Este artigo retrata a relação de nossas despesas ao longo da viagem e da metodologia que adotamos para elaborar o nosso planejamento financeiro.

O planejamento financeiro é uma das etapas mais imprevisíveis de uma viagem. Quando nos organizamos para botar o pé na estrada fazemos um levantamento dos nossos limites de gastos, baseados em nossa restrição orçamentária. Contudo, nem sempre é possível cumprir este planejamento à risca, pois, ao longo de um mochilão, ocorrem inúmeros eventos que fogem à nossa capacidade de previsão. Mesmo assim, o ideal é partir com um limite diário máximo de despesas e ir ajustando conforme as necessidades.

Viagens de longa duração, por exemplo, de 1 ano a 3 anos, um bom parâmetro de despesas diárias é um valor que gire entre US$80,00 a US$100,00 (dólares). Os viajantes mais econômicos (e que passam a maior parte do tempo em países com custo de vida baixo) possivelmente farão com um média diária inferior a US$80,00, enquanto os viajantes menos econômicos (e que passam a maior parte do tempo em países com custo de vida alto) farão com média igual ou superior a US$100,00. Bom, de qualquer forma, esta faixa funciona como um bom parâmetro para o planejamento de viagens longas, com uma quilometragem média diária de uns 170km.

Contudo, em viagens de curta duração (de até 2 meses), normalmente a quilometragem média diária sobe bastante, aumentando algumas despesas cruciais, como os combustíveis, revisões, depreciação do carro e outras. Em nosso mochilão Ushuaia-Atacama 2014/2015 percorremos, ao longo de 40 dias, um total de 18.500km. Ou seja, uma média de 462,5km por dia. Esta é uma média bem alta, praticamente três vezes mais do que a média de uma viagem longa (em torno de 170km por dia).

Para os viajantes de carro, fatalmente a maior despesa ao longo de uma viagem é com o abastecimento. Em nosso caso, esta despesa representou cerca de 1/3 de todos os gastos do mochilão, conforme mostra o gráfico abaixo.

Despesas Terra Adentro
Decomposição das despesas

Tendo em vista a dificuldade de se prever as despesas totais de uma viagem, informações como esta podem ser fundamentais para o seu planejamento. Se considerarmos o intervalo de US$80,00 a US$100,00 (dólares) para viagens de até 170km por dia e sabendo que os combustíveis consomem até 1/3 de nosso orçamento, criamos o nosso parâmetro de despesas na faixa de US$110,00 a US$135,00 (dólares) por dia.

Em nosso mochilão de 40 dias tivemos uma despesa média diária de R$352,84 (em reais), que convertidos para dólar (à cotação média do período de 1US$ = R$2,75) nos dão o valor de US$128,30 por dia. Dentro de nossa perspectiva, conseguimos cumprir o planejamento que havíamos traçado, mesmo tendo ocorrido alguns imprevistos durante o mochilão.

img_1861
Preparar as próprias refeições ajuda diminuir os gastos com alimentação
Região dos Lagos Argentina (10)
Acampar é uma boa opção para economizar

 

As despesas mais representativas em uma viagem de carro, comumente são os combustíveis, a alimentação e hospedagens. Buscamos preparar os nossos próprios lanches e refeições, de preferência fazer compras em supermercados, encher nossas garrafinhas de água em campings e bebedouros e evitar os restaurantes mais caros. Isto nos fez economizar bastante no quesito alimentação e bebidas. Já com relação às hospedagens, sempre que possível acampávamos, o que barateou muito nossos gastos ao longo do mochilão.

Enfim, esta foi a metodologia que adotamos para dar suporte ao nosso planejamento financeiro. Existem inúmeras outras formas de elaborar e preparar o seu orçamento para uma viagem. Contudo, o mais importante é sempre se planejar, levar alguma poupança para situações imprevisíveis e buscar todas as alternativas possíveis para cumprir o seu planejamento.

7 COMENTÁRIOS

    • Olá Carlos, tudo bem? Pois, então, para não corrermos risco de assalto ou perda, levamos somente uma parte do dinheiro. À medida que precisávamos de dinheiro, sacávamos nos caixas eletrônicos por onde passávamos. Esta é a melhor maneira de ter sempre algum dinheiro no bolso, mas evitar andar com grandes quantidades em espécie. Muito obrigado por acompanhar as nossas viagens. Ficamos à disposição para o que precisar. Grande abraço, Henrique e Sabrina.

  1. Oi Pessoal.. legal descobrir o blog de vocês… Fiz uma viagem no final do ano passado de 6200 Km, até argentina, passando pelo Uruguai. Os gastos saíram dentro do previsto, mesmo economizando bastante ainda gastamos a média de R$ 442 por dia, mesmo estando num carro economico. Agora estou planejando uma viagem ao Atacama também, vou tentar pegar essas dicas para abaixar um pouco esse valor e também planejar o roteiro. Abraço!

    • Olá, Diogo! Obrigada por compartilhar a sua experiência aqui no Terra Adentro!
      Depois conta pra gente como foi a viagem e o que deu para fazer para economizar. Vocês vão adorar o Atacama! Abraços, Henrique e Sabrina.

  2. O valor gasto nessa viagem que fizeram ficou bem abaixo do que eu imaginava… A que pretendo fazer quero ir fazê-la parecida como a que vocês fizeram, porém não irei ao Deserto do Atacama. Essa eu quero deixá-la pra fazer em uma outra oportunidade, somando com uma esticada até o Peru.

  3. Olá!
    Primeiramente gostaria de parabeniza-los pelo site e pelas informacoes que nos disponibilizam!
    Agora a pergunta: este valor que vocês utilizaram como referência é por pessoa ou para o casal??
    Agradeço desde já!
    Grande abraço, Nuria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here