1. Estradas pouco movimentadas

Terra Adentro

Com exceção da província de Buenos Aires ou entornos de cidades maiores, as rodovias argentinas são, geralmente, pouco movimentadas. Na região da Patagônia e extremo sul do país, em especial na costa oeste pela Ruta 40, pode-se dirigir por quilômetros e mais quilômetros e não encontrar um carro sequer vindo no sentido contrário. É impressionante a sensação de liberdade que as estradas argentinas proporcionam!

  1. Polícia Caminera pouco confiável

Terra Adentro

Diferentemente dos Carabineros de Chile, os policias argentinos, conhecidos pelo nome de Camineros, são famosos por suas abordagens maliciosas. Fomos parados inúmeras vezes ao longo do país. Em uma delas, para nos deixar prosseguir viagem, o policial pediu uma “generosa contribuição”, caso contrário teria que nos multar, pois ainda não tínhamos colado o adesivo de 110km/h. Usamos a estratégia de fingir que não entendíamos o que ele tentava nos dizer (mesmo tendo entendido tudo direitinho) e, depois de deixarmos o policial extremamente irritado por ter repetido várias vezes o pedido por uma “generosa contribuição” e não ser atendido, ele nos deixou seguir viagem. Algumas vezes, não falar a mesma língua pode ser uma grande arma!

  1. Poucos postos de combustível

Terra Adentro

Na região da Patagônia e sul da argentina, encontrar um posto de combustível não é uma missão fácil. Chegamos a trafegar por 500 quilômetros sem ver um posto de gasolina sequer. Por isto, carregar alguns galões extras cheios, pode fazer a diferença em qualquer caso de emergência.

 

  1. Os argentinos são mais simpáticos do que sua fama
    Terra Adentro

Que existe uma grande rivalidade entre Brasil e Argentina no futebol é fato. Porém, em nossa passagem pelo país, percebemos que a maior parte desta rivalidade fica dentro de campo. No geral, mesmo nas cidades grandes, fomos bem recebidos pelos Hermanos. Nas cidades menores e regiões mais remotas, a população é muito simples e humilde, o que a torna muito acolhedora.

  1. Motoristas não respeitam a faixa de pedestres

Terra Adentro

Se por um lado os argentinos tratam bem os visitantes brasileiros, os motoristas locais não respeitam a faixa de pedestre. Conseguir atravessar entre calçadas em cidades como Buenos Aires e San Salvador de Jujuy pode ser uma penúria. Todo cuidado é pouco!

 

  1. No Jamón, no Queso!
    Terra Adentro

Uma coisa é fato: sempre que for pedir algum prato ou lanche na Argentina, se prepare, pois ele virá acompanhado de queijo e presunto. No final de nossa primeira semana no país, já não conseguíamos mais comer este combinado. Quando estávamos em Ushuaia, fomos almoçar em um simples restaurante, quando entraram uns 4 amigos europeus que mochilavam na cidade. Percebemos que eles não falavam nenhuma palavra em espanhol e se comunicaram com o garçom por meio de mímicas. Contudo, fizeram questão de aprender uma frase em espanhol, mixada com o Inglês: “Please, man, No Jamón, no Queso”. É, de verdade, nos sentimos que não éramos os únicos que estávamos implorando para comer qualquer coisa que não viesse queijo e presunto.

  1. Argentinos gostam de acampar

Terra Adentro

Nossos Hermanos gostam muito de acampar e praticar atividades outdoor. É comum ver famílias inteiras alugando um trailer ou camper e saindo estrada afora, explorando as belezas do país. Existem muitas empresas na Argentina que alugam estas casas rodantes e lojas especializadas em trekkings, camping e esportes radicais.

  1. Gracias por suas novelas

    Terra Adentro
    Guarda-parque onde fomos agradecidos por nossas novelas

Uma coisa os argentinos não podem esconder: eles são fanáticos pelas novelas brasileiras. Segundo informação que tivemos, o capítulo final da novela “Avenida Brasil” praticamente parou o país. Quando estávamos para entrar no Parque Los Glaciares, em El Calafate, fomos abordados pelo guarda parque, que nos recebeu muito bem. Em sua despedida, ao invés de nos desejar um bom passeio, ele nos agradeceu: “Brasil, gracias por suas novelas”. Por aí, pudemos entender o quanto os argentinos gostam das produções brasileiras.

  1. Programação abaixo da crítica da TV argentina

Terra Adentro

Agora entendemos porque os argentinos gostam das novelas brasileiras! Pense assistir durante o dia todo um mix de programa de fofocas com programa de brigas familiares? É, não é nada fácil mesmo! Todos os momentos que parávamos em algum posto e a TV estava ligada, os apresentadores estavam discutindo a vida (os amantes, as confusões e as polêmicas) de algum artista argentino famoso. Os apresentadores da bancada discutiam o assunto com tanta seriedade que pareciam que discutiam o futuro do país!

  1. Água potável por todos os lados
    Terra Adentro

Na região da Patagônia, extremo sul e Terra do Fogo argentina, as pessoas bebem água normalmente dos rios, corredeiras e cascatas. Em Ushuaia, por exemplo, o hóspede que nos acolheu em sua casa nos disse que toda a água que eles bebem vem da torneira, e que esta não recebe nenhum tratamento químico. Em Él Chaltén, todos bebem água da torneira, que também é naturalmente potável. Ficamos impressionados e aproveitamos para encher todas as nossas garrafinhas e economizar com a compra de água mineral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here