Depois de cruzar dunas, praias, pântanos, sertões, florestas, montanhas, serras e conhecer de perto a diversidade do Brasil, enfim, chegamos em Minas Gerais para visitar algumas das cachoeiras mais lindas do nosso país. Capitólio é mais uma cidadezinha das 34 que margeiam o imenso Lago de Furnas. Porém, esta região é privilegiada por guardar cânions gigantes que represam águas cor de esmeralda.

Capitólio (140)
Os Cânions do Lago de Furnas

Chegando na cidade, ainda na beira da estrada, fomos recepcionados por este cenário que, segundo os moradores da região, forma o Mar de Minas. Desta parada na Rodovia MG-050, temos uma vista incrível dos contornos rochosos dos cânions, emergindo das águas do Lago de Furnas.

Aproveitamos para contemplar a beleza e sentir o frio na barriga de sentar bem na pontinha dos cânions. Explorando um pouco mais o local, descobrimos também uma cachoeira e ficamos ali aproveitando para nos refrescar até o Sol se pôr.

Uma das cachoeiras de águas cristalinas que aproveitamos neste fim de tarde

No dia seguinte, contratamos um passeio de barco pelo lago e fomos conhecer os Cânions de Capitólio por outro ângulo. À medida que íamos nos aproximando dos paredões rochosos, passamos a nos sentir ainda menores diante desta natureza tão imponente. Ouvimos dizer, que há poucos anos atrás, o lago estava tão cheio que cobria toda a imensidão dos cânions. Apesar de ser triste ouvir histórias desses anos de pouca chuva, por outro lado, o nível mais baixo do lago descortinou os magníficos cânions, diversas cachoeiras e criou o cenário impressionante que hoje existe.

A água cor de esmeralda do Lago de Furnas e, ao fundo, uma das inúmeras cachoeiras da região

Neste dia, passamos em baixo de quedas d´água e nadamos em pontos do lago que chegam a medir mais de 100 metros de profundidade. Lá em baixo, ainda existem os vestígios das antigas cidades que ali existiram e foram inundadas durante a construção da Hidrelétrica de Furnas. Muitos são os relatos das ruínas de casas, ônibus e fazendas que os mergulhadores encontram no lago.

Os imensos paredões do Lago de Furnas

Nadar nas águas de capitólio, por entre tantos cânions, foi uma sensação indescritível. Até, então, conhecíamos o antigo questionamento, mas não a sua resposta: quem disse que Minas não tem mar? Minas tem mar e ele se chama Lago de Furnas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Lindas as fotos!

    Podem dividir um pouco com a gente os custos que tiveram?

    Onde contrataram o passeio de barco?

    As cachoeiras são de fácil acesso e bem sinalizadas?

    Valeu pessoal! Bons passeios pra vcs!

    Beijos

    • Olá Carol, tudo bem?
      É um prazer receber seu contato no Terra Adentro.
      As cachoeiras são de fácil acesso, bem na rodovia MG-050, nas proximidades de Capitólio. Existem outras mais afastadas, contudo as mais bonitas ficam nas proximidades dos cânions de furnas.
      O passeio custou algo como R$50,00 por pessoa. Valeu muito a pena, pois é a única forma de se aproximar, de baixo para cima, dos cânions. Existem algumas agências em Capitólio e na entrada da cidade, na MG-050. Nos hotéis também oferecem os passeios. Os preços variam um pouco de uma agência para outra. Conseguimos este preço depois de pesquisar umas 3 ou 4 opções.
      Bom, Carol, também te desejamos ótimas viagens e passeios! O que precisar pode contar sempre conosco.
      Abraços, Henrique e Sabrina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here