Toda atividade requer as ferramentas adequadas para serem realizadas com sucesso. Da mesma forma, os fotógrafos, por mais que sejam extremamente talentosos e experientes, dependem muito de seu equipamento para registrar os momentos mais belos e inusitados mundo afora.

Nosso Equipamento FotográficoO nosso equipamento fotográfico é fruto de muitos anos de trabalho e de estudos na área. Não foi da noite para o dia que montamos o nosso equipamento ideal, seja pelo alto custo das câmeras e lentes, seja por adaptações que fomos realizando dia a dia.

Nossas Câmeras

Em nossos primeiros anos, fotografávamos somente com nossa Canon 60D, uma câmera cropada, com fator de corte de 1,6 vezes o tamanho da lente. Uma ótima câmera de entrada da Canon, que pode ser combinada com teleobjetivas para produzir grande distância focal. Com o tempo, sentimos a necessidade de trocá-la por câmeras com mais recursos e que produzissem pouquíssimo ruído em situações de baixa intensidade de luz. Foi a partir desta necessidade que vieram as duas câmeras da Canon que usamos atualmente.

Nossas câmerasA primeira que adquirimos foi a Canon 5D Mark III, uma excelente câmera profissional da marca japonesa. O seu custo-benefício é incrível, já que as demais câmeras profissionais da Canon são muito mais caras, e pouco acrescentam aos resultados da 5D Mark III. Esta câmera, por sua vez, é uma Full-frame, não possuindo qualquer fator de corte, como a 60D.

Por outro lado, é perfeita para fazer fotos de paisagem e de cenários que exijam grandes ângulos de cobertura.

Posteriormente, decidimos adquirir uma outra câmera full-frame, e optamos pela Canon 1DX. O resultado de suas imagens é impressionante. Com uma resolução superior à 5D Mark III, a câmera é um “tijolo”, muito mais pesada que as demais que já tinhámos usado. Contudo, é um investimento perfeito para aqueles que praticam a fotografia profissionalmente.

Nossas Lentes

Por mais que exista uma grande discussão entre os fotógrafos sobre a qualidade das câmeras atuais, o grande diferencial das imagens é produzido pelas lentes. Uma lente com uma construção mais “pobre”, que use materiais de baixa qualidade, fatalmente produzirá imagens com menos nitidez. Lentes originais, que usam materiais de alta qualidade e possuem construção mais simples, normalmente entregam imagens com alta nitidez. Um exemplo é o caso das lentes fixas, como a 50mm, que por terem um projeto mais simples (já que não possuem zoom), produzem imagens de altíssima nitidez.

Nossas LentesPara as fotografias de paisagem, gostamos muito da lente Canon 16-35mm f/2.8, já que possui um ótimo ângulo de visão, permitindo registrar grande parte da cena. Além disso, é uma lente extremamente clara, que com sua abertura máxima de f/2.8 possibilita fotografar mesmo em situações de baixa intensidade de luz.

Para fotografia de pessoas, uma lente incrível é a 50mm f/1.4. Com sua imensa abertura de f/1.4, conseguimos criar um belo desfoque ao redor do tema central da imagem, dando o destaque adequado à pessoas e objetos. Na mesma linha, existem a 50mm f/1.2 e a 85mm f/1.2, que são fantásticas para fotografar pessoas, porém com preços altíssimos.

Para fotografia de média distância, quando precisamos captar detalhes que estão pequenos no quadro, usamos a lente 70-200mm f/2.8 da Canon. Esta é a lente mais nítida que temos e nos ajuda a produzir imagens com alta qualidade. Contudo, a sua distância focal costuma ser pequena para fotografar fauna. Neste caso, podemos usar acoplado um Extensor da Canon 2X, que amplia duas vezes a distância focal da lente, tornando-a uma 140-400mm. A desvantagem fica por conta da abertura da lente, que perde dois stops de luminosidade, passando a ser uma lente 140-400mm f/5.6 de abertura.

Agora, quando precisamos de muita distância focal, principalmente quando fotografamos pequenos animais, usamos com mais frequência a nossa lente Sigma 150-600mm Sports f/5-6.3. Apesar de ser mais escura que a lente 70-200 f/2.8 da Canon, sua distância focal atinge objetos pequenos no quadro, além de registrar os assuntos distantes com muita nitidez. Consideramos uma excelente opção àqueles que desejam uma lente nítida, porém muito mais barata que as lentes fixas da Canon, como a 600mm f/4.

Enfim, para montar o seu equipamento de fotografia ideal, o mais importante é definir adequadamente os temas que gosta de fotografar. Para um fotógrafo de eventos, uma lente olho de peixe e lentes intermediárias, como uma 24-70mm f/2.8, são ótimas alternativas. Contudo, se o seu foco é viagem e fotografia de paisagem, uma opção é contar com lentes grande-angulares, como a 16-35mm f/2.8. Seja qual for a sua linha de trabalho ou hobby, ter um bom equipamento lhe ajudará muito a extrair o máximo de uma cena e produzir belas imagens.

Nossos Acessórios

Além das câmeras e lentes, temos alguns equipamentos que consideramos essenciais para o nosso trabalho. Começamos a fotografar usando o tripé Manfrotto Befree. Durante a viagem, compramos um tripé monopé Benro Goclassic 2 12kg, mais robusto e com melhor qualidade, ele é fundamental, tanto para fotografia landscape quanto para noturnas.

O que usamos com muita frequência, também, são nossos filtros de densidade neutra (para controlar os EVs do ambiente) e os polarizadores (que evitam reflexos e deixam a cena mais saturada).

Outro acessório que não sai das nossas mãos é o controle remoto. Ele é importante para fotografias em longa exposição, tanto para evitar tremidas indesejáveis na câmera, quanto para controlar o modo bulb.

Por fim, guardamos isto tudo em uma mochila especial da Case Logic, que é bem prática para carregar o equipamento. O ponto principal deste acessório é a segurança. Além do material de qualidade, que garante sustentação e isolamento à cada equipamento, o fecho na parte de trás da mochila nos protege contra furtos.

Outros Equipamentos

Para complementar o nosso equipamento fotográfico, usamos também uma Go Pro Hero 4  Silver e uma câmera analógica Diana Mini Flash.

A Go Pro é uma versátil câmera que nos ajuda a capturar momentos de ação em lugares e situações mais extremas, como um mergulho no mar ou um rally com o carro. Além disso, a usamos bastante para filmagens.

Já a Diana é a nossa queridinha. Com construção analógica, ainda precisamos comprar filme fotográfico para usá-la. Fotografar com ela é super nostálgico e nos faz sentir novamente o gostinho da surpresa após a revelação das fotos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here