Chegar ao fim do mundo de carro é um sonho de muitas pessoas. Não que o trajeto seja tão desafiante quanto a Transamazônica, por exemplo, repleta de atoleiros e impossível de ser cruzada por veículos sem tração 4×4.

Mas, por outro lado, alcançar o ponto mais austral do mundo e dirigir até o último quilômetro da última estrada é um feito a ser muito comemorado. Logo após o fim da estrada, há mil quilômetros ao sul, está a Antártida, a região mais inóspita do planeta.

Portal de entrada

Ainda que para chegar em Ushuaia de carro ou moto não é preciso enfrentar estradas desafiantes, alcançar o fim do mundo não é tão fácil assim! Serão dias e mais dias de estrada, enfrentando uma ventania surreal, que só sentindo para se ter uma ideia do que falamos. Pelo caminho, se cruza regiões completamente desertas e extremamente áridas, onde a natureza selvagem é quem está no comando.

Existem duas possibilidades mais concretas de se atingir Ushuaia de carro: Dirigindo para o Sul pela Ruta 3 argentina e retornando pela Ruta 40, ou realizando o inverso. A escolha do roteiro vai de acordo com a época do ano e o objetivo da viagem. As duas vezes que fizemos o trajeto, “descemos” pela Ruta 3 e “subimos” pela 40. Em nossa Volta ao Mundo, ainda “subimos” pela 40 e pela Carretera Austral, no Chile.

Que tal conhecer melhor este roteiro?

Trecho Buenos Aires – Bahía Blanca – Ruta 3

Campo de girassol pelo caminho

Este trecho da Ruta 3 é um dos mais movimentados de toda a estrada. A província de Buenos Aires, além de ser a mais habitada do país, é também a mais desenvolvida economicamente. Desta forma, há intenso fluxo de caminhões e alguns trechos da Ruta 3 são duplicados, com asfalto em boas condições de trânsito.

Não há grandes atrativos para conhecer neste trajeto. Uma possibilidade é cruzar os mais de 600 km que separam estas duas cidades em um único dia e deixar mais tempo para aproveitar as regiões mais ao sul.

Trecho Bahía Blanca – Puerto Madryn – Ruta 3

Mochileiro explorando as terras áridas da Península Valdés

A partir deste trecho da Ruta 3 as coisas começam a mudar radicalmente. As cidades ficam mais esparsas, o movimento de carros cai drasticamente e a aridez toma conta da paisagem.

É neste meio caminho que entramos nas terras incríveis da Patagônia. Evite levar quaisquer frutas, verduras, legumes, carnes e derivados de leite, que, possivelmente, terá que descartá-los. A estrada possui boas condições de pavimento, apesar de certos trechos apresentarem muitos desníveis no asfalto e toda a sua extensão não possuir acostamento.

É a partir daqui que a ventania da Patagônia começa a se intensificar. Não há muito o que se visitar neste trajeto. Existem pinguineiras e loberias, mas nada que se compare à Península Valdés, que se situa um pouco antes de Puerto Madryn. Deixe pelo menos 2 dias para conhecer esta incrível reserva, rodeada de uma natureza intocada e das mais diversas espécies de animais, como Pinguins de magalhães, Lobos e Elefantes-marinhos e Baleias-Franca-Austral e Orcas. Toda a reserva é em estradas de rípio, contudo em ótimas condições de tráfego.

Trecho Puerto Madryn – Comodoro Rivadavia – Ruta 3

Pinguins de Magalhães

Este percurso, de pouco mais de 400 quilômetros, guarda uma das maiores riquezas de toda a Patagônia. É pouco depois de Trelew que se localiza a maior reserva de pinguins do mundo: Punta Tombo. Este, possivelmente, é o principal atrativo deste trajeto.

A Ruta 3 mantém as mesmas condições, alternando trechos em bom estado com trechos com muitos desníveis no asfalto, mas nada que atrapalhe a viagem. Mantenha o foco contínuo na estrada, pois a ventania costuma ser assustadora. Comodoro Rivadavia possui boa estrutura de pousadas e hotéis, um bom lugar para descansar de um dia agitado na estrada.

Trecho Comodoro Rivadavia – Río Gallegos – Ruta 3

O Parque Monte León.

Este último trecho continental é, possivelmente, mais cansativo se comparado aos anteriores. A ventania, em certos dias, pode desnortear qualquer um.

Os mais de 770 km que separam as duas cidades guardam uma das regiões mais isoladas e desabitadas de toda a Argentina. Por aqui, o movimento cai sensivelmente e postos de gasolina são tão raros quanto um bom prato de arroz com feijão. Abasteça sempre que passar por um posto e saia cedo para completar este trajeto em um único dia.

Aproveite para conhecer o Parque Monte León e se não conseguir chegar à Río Gallegos, uma opção é parar em Comandante Luís Piedra Buena, a maior e mais estruturada cidade neste meio caminho. A Ruta 3 segue da mesma forma. Sem acostamento, com asfalto irregular e bem solitária.

Trecho Río Gallegos – Ushuaia – Ruta 3 e Chile

Estreito de Magalhães

O último trecho da saga até Ushuaia é, possivelmente, o mais demorado e desgastante de toda a viagem. Uns 70km ao sul de Río Gallegos, termina a Argentina e começa o Chile. Isto mesmo! Para chegarmos à Ushuaia de carro, precisamos, antes disto, fazer uma rápida visita aos chilenos.

É no Chile que se localiza o Estreito de Magalhães. A travessia é curta, algo como 30 a 40 minutos, diferentemente da espera para embarque, que pode durar por horas. O serviço de balsa funciona mesmo durante à noite, mas não deixe para iniciar este trajeto tão tarde.

Feita a travessia, alguns quilômetros à frente, começa o único trecho de rípio da estrada. Atualmente, cerca de 80 km, nas imediações do Paso San Sebastián, não estão asfaltadas. A estrada não é ruim, mas a velocidade não passa dos 60km/h, na melhor das hipóteses.

Neste meio caminho, está a fronteira de San Sebastián. É lá que saímos do Chile e regressamos à Argentina novamente. Uns 80 km depois se localiza a cidade de Río Grande, uma das mais desenvolvidas economicamente da Argentina. É aqui que se deve fazer uma importante escolha: seguir até Ushuaia ou descansar de um dia repleto de fronteiras, travessia e estradas de todas as formas possíveis!

Bom, a nossa opinião, depois de duas viagens de carro à Ushuaia é: pare em Río Grande e continue viagem no próximo dia. Os 200km que separam Río Grande do fim do mundo são incrivelmente belos e muito bem conservados. Há diversos pontos para fotografar e contemplar, como os Lagos Fagnano e Escondido e o Paso Garibaldi, o que certamente demandará algo como 4 a 5 horas de viagem para este trajeto. A estrada em si é um grande evento e corta um dos lugares mais lindos de toda a região!

Trajeto concluído, é só comemorar sua chegada ao Fim do Mundo e desfrutar de todas as belezas que envolvem Ushuaia.

E o retorno?

Bom, se o tempo não é o seu problema, uma boa rota para o caminho de volta é subir pela Ruta 40 Argentina, e cruzar regiões fantásticas, como El Calafate, El Chaltén, El Bolsón, Bariloche, Salta e retornar ao Brasil.

Mas, se o tempo for curto, regressar pela Ruta 3 não será o fim do mundo. Como dizem por aí: “a ida é sempre diferente da volta, ainda que cruzemos o mesmo  caminho”. Quem sabe não descobrirá outros recônditos na Ruta 3? Ou terá mais tempo de explorar lugares que gostou muito?

Independentemente do caminho de volta, o seu grande objetivo foi alcançado. Uma importante conquista galgada por pouquíssimos aventureiros.

Enfim, escrever sobre este assunto me fez lembrar uma história: certa vez me perguntaram se Ushuaia era muito longe. Como bom mineiro que sou, logo respondi: Não se preocupe, Ushuaia é logo ali”. Se bem que é!

34 COMENTÁRIOS

  1. Simplesmente incrível!
    Eu e minha namorada sonhamos em fazer essa expedição. Pretendemos sair da Serra Gaúcha em fevereiro de 2018, será que conseguimos aproveitar tudo tendo no máximo 24 dias para descer pela ruta 3 e subir pela 40? Conseguimos com uns 5 mil reais cada um?
    Muito obrigado e muita sorte nas suas próximas aventuras!
    Abraço

    • Olá amigo Mateus Giotto, tudo bem?
      Que aventura fantástica que vocês estão programando! Temos certeza que vocês se apaixonarão pela Patagônia! =)
      Então, acredito que é possível, sim, fazer todo este trajeto em 24 dias, contudo não terá muita margem para esticar a permanência em determinados destinos, caso esteja gostando.
      Acredito que o orçamento de vocês é suficiente, principalmente se pensam em hospedar-se em hotéis e pousadas mais econômicos, pois as hospedagens são muito caras na Patagônia.
      Uma boa opção é acampar por lá, pois os campings na Argentina e no Chile são muito bons. Assim, podem também cozinhar a própria comida em alguns dias, pois isto os ajudará muito a economizar preciosos reais.
      Quaisquer dúvidas, pode sempre contar conosco, Mateus! =)
      Grande abraço dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  2. Boa Noite, primeiramente parabéns a todos aventureiros.
    Bom, minha duvida.
    Com a experiencia de vocês, tem como me informar se é possível viajar nestas rotas ate Ushuaia nos meses entre junho e Julho com um veiculo que não seja 4 x 4?
    agradeço antecipadamente.
    obrigado.

    • Olá amigo Ronaldo Torquato, tudo bem?
      Então, acredito que não terá problemas na maioria das estradas que for cruzar até Ushuaia.
      Nunca viajamos pra esta região no inverno, então não conhecemos bem como ficam as condições das estradas por lá.
      Sei que ocorrem nevascas com grande freqüência, o que pode até levar ao fechamento de certas estradas por um determinado tempo.
      Se forem nesta época, comprem na Argentina as correntes para neve e as cadenas líquidas, que evitam que o carro derrape em pista molhada.
      Levem alguns suprimentos e água, pois nunca sabemos ao certo as condições das estradas!
      Qualquer dúvida é só nos escrever, amigo Ronaldo!
      Grande abraço,
      Henrique e Sabrina.

  3. OBRIGADO POR DIVIDIR CONOSCO ESSA EXPERIENCIA MARAVILHOSA !
    MOMENTOS MÁGICOS & ÚNICOS …
    EM BREVE QUERO FAZER ESSA VIAGEM MARAVILHOSA COM MINHA ESPOSA, VAMOS SAIR DE BRASÍLIA RUMO AO FIM DO MUNDO…
    GOSTARIA DE SABER MEU BOM AMIGO, QUANTO MAIS OU MENOS VAMOS GASTAR ISA É VOLTA ?
    FORTE ABRAÇO E MUITO OBRIGADO !

      • Olá amigo Nardelli Gifoni, tudo bem?
        É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
        E que viagem sensacional vocês estão planejando, pois todos os caminhos do sul da América são incríveis! =)
        Então, não sei bem qual a ideia de vocês (se acamparão, dormirão em hotéis, farão a própria comida ou comerão em restaurantes), mas acredito que devem considerar um orçamento entre R$400,00 a R$450,00 por dia, levando em conta todas as despesas da viagem!
        É possível fazer com um pouco menos e com um pouco mais, dependendo da forma que vocês planejam viajar (com mais ou menos conforto).
        Qualquer dúvida, pode contar sempre com nosso apoio, Nardelli!
        Grande abraço dos amigos,
        Henrique e Sabrina.

  4. Parabéns Henrique e Sabrina pela aventura e pelo site!!!
    Viajamos outra vez com vocês! Eu e a minha mulher Carmen, fizemos a nossa expedição para Ushuaia em 2014, partindo de Fortaleza-CE, percorrendo a Ruta 3 e a Ruta 40. Estamos nos programando para concluir mais uma etapa do nosso Projeto Extremos da América do Sul que consiste em percorrer toda América do Sul de Carro, em várias etapas, sempre partindo de Fortaleza-CE, onde moramos. Os nossos próximos destinos são Equador e Colômbia, ainda sem data definida. Já andamos pelo Peru, Uruguai,Argentina, Chile e Bolívia. Dá uma olhadinha no nosso site: http://www.mcexpedition.simplesite.com.br
    Grande Abraço

    • Olá Mário e Carmem, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber a mensagem de vocês no Terra Adentro!
      Esta viagem para Ushuaia, pela Ruta 3 e Ruta 40 é incrível e inesquecível, não é mesmo?!
      Esperamos que vocês possam realizar muitas e muitas aventuras nos próximos anos!
      E o que precisarem, saibam que sempre poderão contar com o apoio, colaboração e incentivo dos amigos que lhes escrevem!
      Grande abraço,
      Henrique e Sabrina.

  5. Boa tarde meu amigo, estou indo agora dia 18 de Março para El Calafate (4 dias) e Ela Chaltén_AG, de avião Buenos Aires e depois El Calafate, estamos indo no final do verão, sei que as condições são adversas, espero pegar tempo bom para aproveitar e fazer bos fotos na natureza e dos pássaros.
    Se tiver algumas dicas agradeço, sobre: levar um pouco de pesos, restaurante para comer bem sem gastar muito, passeios, o de Perito Moreno já esta reservado, sobre trilha meu filho que fazer algumas trilhas, ano que vem quero ir Torres del Paine, um abraço.

    • Olá Adilson, tudo bem?
      É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
      E que bela viagem vocês embarcarão em breve! A regiao de El Calafate e El Chaltén é incrível!
      Então, uma boa ideia é levar dólar ao invés de Real, pois, normalmente, conseguimos cotações mais vantajosas com a moeda americana.
      Em El Calafate, uma trilha muito legal é a Big Ice, na qual caminhamos por várias horas sobre os glaciares da região.
      Já em El Chaltén, as trilhas que vão em direção ao Fitz Roy são imperdíveis, cada uma mais linda que a outra!
      Espero que curtam demais esta região incrível, Adilson!
      Boa viagem!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  6. Henrique e Sabrina, que baita site esse de vocês.
    Ano passado eu e minha esposa fizemos de Porto Alegre à Santiago do Chile, de Palio 1.0. Grande aventura.
    Quando chegamos em casa começamos a planejar a próxima: rumo ao Ushuaia.
    Já estamos com a planilha pronta, com várias informações das cidades, passeios, etc. Desceremos pela Ruta 3 e subiremos pela 40, assim como vocês.
    Enfim, agora chego às perguntas:
    *Li que vocês acamparam em alguns lugares. Podem nos indicar estes lugares? As paradas serão nas mesmas cidades que vocês 2 pararam.
    *Qual o maior trecho (aproximadamente) sem posto de combustível?
    *Quantos dias levaram de Buenos Aires até Ushuaia mais a volta? Entraremos por Uruguaiana/Paso de Los Libres, como fizemos da outra vez.

    Obrigado e que tenham muitas outras aventuras!
    Abraço!

    • Olá Fábio, tudo bem?
      É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
      Ficamos muito felizes em saber que estão programando uma viagem fantástica e que, sem dúvida alguma, será inesquecível para vocês!
      Bom, então vamos às suas dúvidas: Sobre acampamentos, a única região que ficamos em camping ao longo da Ruta 3 foi na Península Valdés. Por lá, também existe uma praia (se chama Praia Pardela) onde é permitido acampar sem pagar um tostão. O único problema é que não tem banheiros.
      No restante da ruta 3, dormimos sempre em postos de combustíveis (YPF) ou pelas estradas mesmo.
      Se quiser, poderá acampar também dentro do Parque Monte León, que tem um camping privado.
      Já na Ruta 40 tem muitos campings, como em El Calafate, El Chaltén, Esquel, El Bolsón, Bariloche, Cafayate e entre outros.
      Bom, creio que o maior trecho sem postos de combustíveis na Ruta 3 e Ruta 40 seja algo como 350 a 400km. Se encher o tanque sempre que ver um posto, creio que não terá problema algum.
      Sobre o tempo de viagem, creio que algo como 20 a 25 dias seja o suficiente para fazer todo o trajeto, de ida e volta. Penso uns 7 dias para chegar em Ushuaia e o restante em Ushuaia e no trajeto de volta.
      Bom, Fábio, quaisquer outras dúvidas que surgirem, pode sempre contar com nosso apoio.
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Pessoal,
      Parece que tem muita gente querendo ir no próximo Verão, saindo ou passando por Porto Alegre.
      Que tal formarmos um grupo? Tudo fica mais fácil e divertido.
      Quem tiver interesse, manda mail pra mim: adalberto.mrt@gmail.com
      Sabrina e Henrique, obrigado pelo relato!
      Abraços.

  7. Henrique e Sabrina!!!!

    Que prazer falar-vos e gostaria de parabenizar-lhes por esta viagem maravilhosa. Estou viajando com vocês na leitura.
    Vocês são pessoas sensacionais pela atenção e forma de responder as pessoas neste blog. Deus vos abençoem!
    Pretendo realizar um trajeto semelhante a este, saindo de São Paulo a Ushuia e também conhecer algum lugar legal. Por favor me ajude em algumas dúvidas.
    Tenho uns 23 dias total. Qual local não posso deixar de conhecer na patagônia. Tem locais que é obrigado ter comprar e ter guias? No trajeto consigo local para dormir tranquilamente? Que roteiro utilizar? Vou com minha esposa, filhos de 17 e 12. Pretendo fazer uma viagem econômica, porém nem tanto, a ponto de sacrificar para economizar, econômica porém agradável.
    Dicas fique sempre a vontade.
    Meu email. alex.9321@hotmail.com
    Perdoe-me por algo,

    Um forte abraço Henrique e Sabrina

    Alex

    • Olá Alex da Silva, tudo bem?
      É um imenso prazer receber o seu contato no Terra Adentro! Ficamos muito felizes em saber que temos a sua companhia em nossa longa viagem pelo mundo! Esperamos ajudá-los da melhor forma possível! Conte sempre com nosso apoio!
      Então, o tempo de viagem que você tem é suficiente, porém terá que selecionar bem os lugares que passará, pra que a viagem não fique muito pesada pra vocês.
      Bom, em nossa opinião, pela ordem sequencial, os lugares que não deixaríamos de visitar de forma alguma são: Península Valdés, já na Patagônia Argentina, Ushuaia, que é o destino de vocês, Parque Torres del Paine, no Chile (um dos lugares mais lindos da América do Sul, sem dúvida) e El Calafate e El Chaltén, ambas na Argentina.
      Desta forma, vocês descerão pela Ruta 3 Argentina e subirão pela Ruta 40, ambas estradas espetaculares.
      Nestes destinos, não precisará de guias em nenhum dos pontos que for visitar. Basta se informar com os responsáveis e seguir tranquilamente.
      Acredito que é possível encontrarem lugares para pernoitarem pelo caminho, apesar de, desta forma, possivelmente pagarem um pouco mais caro. Já fizemos assim e funcionou!
      Bom, mas se tiverem um planejamento das datas, acho interessante programarem as hospedagens em Ushuaia e em Puerto Natales, caso decidam não dormir no Parque Torres del Paine.
      Quaisquer outras dúvidas que surgirem, conte sempre com nosso apoio, Alex.
      Será um prazer ajudá-los no planejamento desta incrível expedição!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

      • Olá Henrique e Sabrina!!!
        Que prazer falar-vos novamente…estamos acompanhando…
        Uma dúvida, tem algum perigo relacionado a assalto ou outro perigo relacionados a viagem. Pra mim que sairei de SP, qual o lugar melhor para realizar a travessia do Brasil? Levo dinheiro daqui? ou devo trocar? onde? quanto? Não pretendo preparar comida no caminho, mas vc acha que haverá está necessidade? Será inevitável?
        Perdoe-me orçamento algo.
        Um forte abraço e sucesso na viagem…estamos torcendo por aqui.

        • Olá amigo Alex, tudo bem?
          É um imenso prazer ajudarmos em seu planejamento! =)
          Então, uma fronteira que já cruzamos duas vezes e, em ambas as vezes fomos muito bem recebidos, foi a fronteira de Chuí-Chuy.
          Creio que deva levar somente um dinheiro de segurança, pois o ideal é ir sacando em caixas eletrônicos pelo caminho.
          Você pode trocar um pouco de real por pesos argentinos na Rua Florida, em Buenos Aires, pois lá encontrará as melhores cotações em toda a Argentina.
          Acho que você deve sempre andar com algumas provisões de segurança, como alguns snacks e água. A Ruta 3 e a Ruta 40 são bem fracas de “paradinhas” de estrada. Às vezes, andamos muitos quilômetros e só encontramos lojas de conveniência. Assim, uma opção é deixar para comer as refeições principais quando chegar nas cidades, pois dificilmente encontrará nas estradas.
          Qualquer dúvida que tiver, não deixe de nos escrever, Alex.
          Grande abraço dos amigos,
          Henrique e Sabrina.

  8. Parabéns, Henrique e Sabrina! Gosto desse tipo de aventura. Já estive em Machu Picchu E em algumas cidades da Argentina e Uruguai. Essa aventura até Ushuaia, deve ser de tirar o fôlego. Vou me preparar para fazer isso ainda nesse ano. Minhas dúvidas. O valor mínimo que devo dispor é de R$350,00 por dia por pessoa ou você está cotando para o casal? Com relação segurança pessoal, devo ter preocupação especial?

    Abraço

    • Olá Sílvio, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber o seu contato e saber que está decidido em embarcar para uma incrível aventura até o fim do mundo! Temos certeza que viverá momentos incríveis nesta viagem de carro até Ushuaia.
      Então, acredito que algo como R$350,00 a R$450,00 por dia, pra um casal, seja o suficiente pra realizar esta viagem. Contudo, dependendo da época, pode ser que estes valores subam um pouco por conta da alta temporada. Mas, controlando bem as despesas, é possível se encaixar perfeitamente nesta faixa.
      Com relação à segurança, achamos a Patagônia muito segura, com algumas exceções. Nas cidades de Comodoro Rivadavia e Río Gallegos, por exemplo, nos sentimos mais expostos e, desta forma, achamos que o ideal é procurar um hotel ou camping nestes destinos. No geral, a região é segura, mas é sempre bom viajar com uma boa dose de cautela!
      Qualquer outra dúvida que surgir, não deixe de nos escrever, Sílvio.
      Te desejamos uma ótima jornada para o fim do mundo!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  9. Antes de ler o post eu não tinha muita certeza sobre a viagem. Agora as dúvidas se foram. Algumas questões práticas, dá pra fazer num carro sem tração? Qual a melhor saída partindo de Porto Alegre, qual a melhor época e quantos dias serão necessários para fazer o roteiro cpm tranquilidade? Grato.

    • Olá Álvaro, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber o seu comentário no Terra Adentro!
      Então, sobre as dúvidas que surgiram, não é necessário, neste caminho, contar com um carro 4×4. As estradas, mesmo quando não asfaltadas, estão em ótimo estado de conservação!
      Bom, sobre a época, as duas vezes que viajamos fomos no verão. Penso que o verão é uma excelente temporada, pois pegará muito menos frio e conseguirá ver todos os animais que habitam a Patagônia, especialmente na Península Valdés.
      Para fazer uma viagem tranquila, retornando pela Ruta 40, penso que o ideal é algo como 30 dias, pois, com este tempo, conseguirá curtir bem os principais destinos do sul de nosso continente!
      Qualquer outra dúvida é só nos escrever, Álvaro! Será um prazer ajudá-lo a realizar este grande sonho!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  10. Olá. … ótimo relato…!!! Já planejei algumas vezes descer pra terra do fim do mundo de carro… depois desisti… pensei em ir de avião ou navio. .. mas não me dava por satisfeito. … Vc me convenceu. … melhor opção. .. ir de carro e desfrutando das belas terras argentinas. … gostaria de tirar algumas dúvidas contigo…. qual a época que foram e qtos dias de viagem? É necessário um 4×4? A Rita 40 até Bariloche é ripio e em qto dias é possível chegar, aproveitando as maravilhas desta a região? … abraços e continuem na estrada sempre…. não tem liberdade maior…!!!!

    • Olá Celso di Mônaco, tudo bem? É um prazer receber o seu contato no Terra Adentro! Ficamos muito felizes em saber que ficou convencido da viagem depois de ler o nosso relato! =) Temos certeza que você fará uma das viagens mais fantásticas de sua vida!
      Então, sobre a época, as duas vezes que fomos viajamos no verão! Penso que é a melhor época por dois motivos: o frio será bem menos intenso e poderá ver todos os animais da Patagônia pelo caminho, especialmente na Península Valdés!
      Sobre a Ruta 40 até Bariloche, somente um trecho de uns 80km que está em rípio, o restante está totalmente asfaltado.
      Bom, acredito que algo como 30 dias é o ideal para fazer uma viagem tranquila e curtir com tempo os lugares incríveis pelo caminho!
      Bom, Celso, conte sempre com nosso apoio! Esperamos muito que realize esta grande e fantástica expedição!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  11. Ola galera, adorei o relato da viagem de vocês e digo que ela me inspirou bastante… mas tenho algumas dúvidas. O meu carro não é um 4×4, nem um motohome. Tenho um uno mille fire. O carro é 1.0 bem simples. Mas nunca me decepcionou e nao quebra. Alem de ser muito econômico e aguentar uma estradas bem tranqueiras. Vocês acham que seria possível fazer essa trip nessa condiçoões? Outra duvida, onde vocês paravam pra dormir? Quanto foi gasto ao longo da viagem? Tenho muitas duvidas, se puderem responde ficaria feliz. Beijo grande e pé na estrada

    • Olá Mariana, tudo bem?
      É um imenso prazer receber o seu contato no Terra Adentro! Ficamos muito felizes em saber que o nosso relato está te motivando a botar o pé na estrada! Temos certeza que não se arrependerá, pois o caminho até Ushuaia é lindo demais!
      Então, sobre o seu carro, não vejo problema algum em viajar com ele. Já encontramos aventureiros com carros inimagináveis viajando até Ushuaia! O mais importante é viajar com um carro que você confie nele, pois não precisará usar 4×4 neste caminho! O resto é só curtir o passeio e as lindas paisagens do sul!
      Sobre os pernoites, pelo caminho poderá dormir em hotéis nas cidades ou em campings. Nós, normalmente, viajamos dormindo em campings ou postos de gasolina, pois temos a nossa cama dentro do carro.
      Então, acredito que se fizer uma viagem de 30 dias até Ushuaia, ida e volta, deverá gastar algo como R$350,00 a R$450,00 por dia! Uma forma de economizar é dormir em campings e fazer a sua própria comida, pois estes são itens bem caros na Argentina!
      No mais, Mariana, te desejamos uma excelente viagem e conte sempre com nosso apoio para realizar este grande sonho!
      Abracos dos amigos, Henrique e Sabrina.

  12. Acho que até agora foi a melhor descrição que já li na internet! Ainda foi muito bem complementado pelo comentário da Cleci! Eu e meu marido estávamos programando essa viagem para março desse ano mas tivemos que adiar para o ano que vem! Mas me senti inspirada por esse post! E não vamos desanimar!!! Tinha muito receio. As pessoas criticam…muito negativismo envolvido haha!!!! Mas agora estou muito ansiosa!!!!!
    Boa viagem pra vocês nessa jornada!!!!!

    • Olá Larissa, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber o seu comentário e saber que estão mais animados do que nunca a partirem nesta incrível expedição de carro para Ushuaia.
      Temos certeza que vocês ficarão encantados com esta viagem. Como costumamos dizer, esta é daquelas viagens que, muitas vezes, o caminho é mais lindo e interessante que o destino!
      Aproveitem muito, não desistam nunca deste grande sonho e contem sempre com nosso apoio e incentivo! =)
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  13. Oi … primeiro parabéns pela empreitada e estilo de viagem adotado!
    Moramos na Serra Gaúcha, em Morro Reuter, Silvano (meu marido) e eu, Cleci Maria Avanzi…
    Já conhecíamos a Patagônia quando em jan/2004 morávamos na fronteira BR-Uruguai na cidade de Jaguarão e fomos de carro. Naqueles idos dias os trechos de rípio eram implacáveis e longos, fomos de zigue-zague entre ruta 40 e ruta 3 até Ushuaia.
    Agora dia 12/11/2016 saímos com destino novamente à Patagônia Maravilhosa! Meu marido e um amigo que mira em BSB foram de moto e eu sozinha de carro! Saímos do BR novamente por Jaguarão (RS)
    Descemos pelo ruta 40 desde Bariloche e voltamos de Ushuaia pelo ruta 3. Gostaria de reforçar o que vocês já disseram: esse roteiro é estonteante! É o tipo de viagem que você pensa e confirma: o importante é o Caminho! Chegar em Ushuaia é só consequência! Aquele espaço vazio, aquela amplidão te faz agradecer a cada momento pela beleza! A um desavisado pode parecer: puxa! Não é muito do mesmo! Não! Vá e não se arrependerá!
    Sempre me perguntam…qual o lugar que mais gostou?! Nunca respondo taxativamente, mas agora acho que já posso dizer … o Caminho de Santiago e essa segunda viagem para a Patagônia! Éramos três mas fazíamos três viagens solo! Cada qual com seus pensamentos, suas admirações! No fim do dia na hora do relax as emoções e sensações eram por muitas vezes semelhantes! Sempre profundas , de quase êxtase!
    Puxa! Falei muito! Tudotudotudo de bom para vocês e quem sabe a gente se encontra por aí nesse mundão enorme de Deus! Temos um motorhome na Europa e passamos uma temporada por ano rodando por lá. Nossa próxima ida é fevereiro ou março, vou acompanhando vocês e quem sabe …
    Abraços
    Cleci
    cleciavanzi@gmail.com

    • Olá Cleci e Silvano, tudo bem?
      É um imenso prazer recebermos este lindo relato de vocês no Terra Adentro!
      Nossa, que bela e profunda descrição da viagem escreveu para nós! Penso que você conseguiu traduzir ao pé da letra tudo o que sentimos na imensidão solitária da Patagônia! Não me recordo de um outro lugar que eu tenha refletido tanto na vida como lá!
      Nossa, será incrível se algum dia nos encontrarmos em alguma estrada deste mundão! Estaremos na Europa em janeiro ou fevereiro de 2018. Esperamos encontrá-los por lá, ou quem sabe até antes!
      Fiquem com DEUS e desfrutem muito destas grandes experiências!
      Obrigado pela mensagem e pelo carinho em nos acompanhar!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Quantos dias aproximadamente do Brasil até ushuaia? Estamos pensando em descer de São Paulo até lá em março. Agradeço e se tiverem mais algumas dicas agradecemos! Abraços

      • Olá André Santos, tudo bem?
        É um imenso prazer receber o seu contato no Terra Adentro!
        Esperamos ajudá-lo no planejamento desta incrível viagem até o fim do mundo.
        Então, analisando o roteiro e a distância, penso que o ideal, para curtir diversos destinos incríveis na ida e na volta, é algo como 25 a 30 dias. Se não dispuser de todo este tempo, é possível fazer uma viagem mais rápida, em algo como 18 a 20 dias. A desvantagem do tempo menor é que perderá inúmeros destinos belíssimos pelo caminho.
        Se tiver com um pouco mais de tempo, uma possibilidade é descer pela Ruta 3 e depois subir pela Ruta 40, alternando com a Carretera Austral, no Chile. Uma rota fantástica!
        Qualquer outra dúvida é só nos escrever, André!
        Abraços dos amigos,
        Henrique e Sabrina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here