Cruzar a Carretera Austral de carro, moto ou bicicleta é uma verdadeira aventura. Os seus mais de 1.200 quilômetros, que ligam as cidades de Puerto Montt à Villa O’Higgins, no extremo sul do Chile, cortam regiões fantásticas, de beleza singular em toda a América do Sul.

Lago Bertrand

A Carretera Austral é uma estrada complexa.

Não que você precise de 4×4 para cruzá-la, o que realmente não é necessário, mas sim por se tratar de uma estrada muito estreita, com muitos buracos, curvas fechadas e imensos precipícios. Atravessar a sua totalidade exige muita concentração no volante e persistência, pois os dias por lá podem ser bem exaustivos.

Nós gastamos 9 dias para cruzar a Carretera e ficamos bem desgastados. Planejando um pouco melhor a rota depois que terminamos os dias na estrada, chegamos à conclusão que o ideal seria ter ficado um pouco mais, algo como 12 dias.

Bom, o objetivo deste post é descomplicar a Carretera Austral. Tentaremos, por meio das perguntas abaixo, responder as principais dúvidas que tínhamos antes de iniciarmos esta incrível empreitada.

Qual o trajeto da Carretera Austral e onde fica?

A Carretera Austral é uma estrada chilena que liga as cidades de Puerto Montt, na região dos lagos, à Villa O’Higgins, na região de Aisén. O seu trajeto total é de 1.240km e cruza inúmeros parques nacionais, em meio à cenários completamente inexplorados e inóspitos.

Qual a situação da estrada? É de asfalto ou rípio?

Mais de 70% da estrada, ou cerca de 900 quilômetros, são de rípio. A menor parte, algo como 300 quilômetros, estão asfaltados. Os principais trechos de asfalto estão nas proximidades de Coyhaique, Puerto Montt e Chaitén. É bem provável que o total asfaltado aumente nos próximos anos, já que as obras de pavimentação estão em andamento.

Os trechos em rípio estão, em geral, em mal estado de conservação. Há muitos buracos, mas muitos mesmos! Em certos trechos da estrada, você precisa escolher em quantos buracos quer cair. Não há para onde escapar. Contudo, este problema está longe de afetar as belezas da Carretera. Basta ter muita atenção e dirigir com bastante cautela, especialmente no período das chuvas, que aproveitará muito a viagem.




Preciso de um carro 4×4 para cruzar a Carretera Austral?

Não é necessário um carro 4×4 para cruzar a Carretera Austral. Mesmo na época das chuvas, dificilmente precisará tracionar o seu veículo. A grande desvantagem de dirigir com um carro menor diz respeito ao excesso de buracos. Neste caso, basta dirigir devagar e atento às curvas, que cruzará toda a sua extensão sem maiores problemas.

Como funcionam as travessias de balsa?

O primeiro ponto que precisa definir é por onde começará e onde terminará a sua viagem pela Carretera. Caso seu ponto de partida ou chegada seja Puerto Montt, não terá como escapar das balsas. Para finalizar todo o trajeto, terá que pegar 3 barcos diferentes.

Partindo de Puerto Montt, a primeira balsa, de Caleta La Arena até Puelche, dura em torno de 30 a 40 minutos, e não é necessário reserva. De 30 em 30 minutos partem balsas em ambos os sentidos e basta esperar a sua vez na fila.

A segunda balsa, de Hornopirén até Leptepú, dura cerca de 3h e 30 minutos, uma travessia bem longa, mas com todo o conforto à bordo do barco. Para realizar esta travessia, é necessário reservar com antecedência, através do site da empresa Transportes Austral, www.taustral.cl. São somente duas partidas por dia, em ambos os sentidos.

A terceira balsa, de Fiordo Largo à Caleta Gonzalo, é mais rápida, algo como 45 minutos. Contudo, também só são ofertadas duas saídas por dia e é necessário realizar a reserva antecipada no mesmo site onde reservará a segunda travessia.

Tanto a segunda quanto a terceira travessia (analisando no sentido de Puerto Montt para Villa O’Higgins) são programadas de modo que consiga fazer uma, cruzar um certo trecho de terra e, posteriormente, fazer a outra. Programando direitinho, é possível fazer as 3 travessias no mesmo dia.

Caso o sentido da sua viagem seja do sul para o norte e seu destino final seja Puerto Montt, terá que reservar a primeira (Caleta Gonzalo para Fiordo Largo) e a segunda travessia (Leptepú para Hornopirén). A terceira e última poderá comprar o ticket quando estiver dentro da balsa.

Preciso obrigatoriamente fazer as travessias de balsa?

Caso o seu ponto de partida ou de chegada seja Puerto Montt, não terá outra alternativa e terá que realizar as três travessias de balsa. Contudo, se o sentido da sua viagem será do sul para o norte, uma boa opção é ingressar para a Carretera Austral pela cidade de Chile Chico e, mais ao norte, atravessar para a Argentina por meio da fronteira que há pouco depois de Futaleufú (ainda no Chile), saindo na Ruta 40 argentina na altura de Esquel, pouco mais de 280km ao sul de Bariloche.

Desta forma, você cruzará um bom trecho da Carretera Austral e não precisará realizar as travessias de balsa.

As cidades ao longo do caminho têm boa estrutura?

As cidades pelo caminho, no geral, possuem boa estrutura. Na imagem, uma pousada de frente para o Rio Baker, em Puerto Bertrand

A maior parte das cidades ou vilarejos pelo caminho são bem pequenos. A única “grande cidade” ao longo da Carretera é Coyhaique, com cerca de 50 mil habitantes. Por lá, encontrará de tudo, desde bons restaurantes e hotéis à boas oficinas mecânicas, caso algum problema ocorra com seu carro. No geral, as demais cidadezinhas têm uma boa estrutura para receber os visitantes, com boas pousadas, restaurantes, mercearias, especialmente Cochrane, Puerto Río Tranquilo, La Junta e Chaitén.

Têm postos de combustíveis ao longo da Carretera? Em quais cidades?

Com um bom planejamento de postos de combustíveis, dificilmente o seu carro sofrerá uma pane seca pelo caminho. Há postos espalhados ao longo da Carretera, mas não em todos os vilarejos. Assim, se deixar de abastecer em um deles, é provável que ande mais de 300 quilômetros até encontrar o próximo posto.

As cidades que possuem postos de combustíveis da Copec (empresa chilena de petróleo) são as seguintes (no sentido do sul para o norte): Villa O’Higgins, Cochrane, Puerto Río Tranquilo, Coyhaique, Vila Maniguales, Puyuhuapi, La Junta, Chaitén, Hornopirén e Puerto Montt.

Alguns destinos que desviam um pouco da Carretera, como Puerto Chacabuco, Puerto Cisnes e Puerto Aisén também possuem postos de combustíveis da Copec.

Quais são os trechos mais bonitos da Carretera?

Esta é uma resposta muito pessoal. Contudo, para nós, os trechos mais espetaculares da Carretera Austral são os seguintes: de Puerto Bertrand até Cochrane, margeando o Rio Baker; de Puerto Bertrand até Puerto Río Tranquilo, onde se encontram as famosas Capelas de Mármore; e o trecho de Chile Chico até Puerto Guadal, que mesmo não sendo parte da Carretera Austral, já que se trata da Ruta 265 Chilena, consideramos o percurso mais surreal de toda a região. A estrada ao redor do Lago General Carrerra descortina cenários de outro mundo.

A Ruta 265 chilena é um dos trechos mais incríveis de toda a região


Esperamos, com estas informações, contribuir com os amigos, parceiros e futuros viajantes por estas terras tão incríveis da Carretera Austral.

54 COMENTÁRIOS

  1. Olá Henrique e Sabrina,
    excelente relato da Carretera Austral. Mas pelo que entendi do relato de vocês, iniciaram em Chile Chico até Puerto Bertrand e depois seguiram rumo ao norte direção Puerto Montt. Não chegaram a seguir em direção à Villa O’Higgins? Vale à pena fazer este trecho ao sul?
    Grande abraço e continuem fazendo estes ótimos relatos e imagens.
    Míriam Mendel

    • Olá querida amiga, Míriam Mendel, tudo bem?
      É um imenso prazer recebermos a sua mensagem no Terra Adentro! 🙂
      Isto mesmo, nós entramos por Chile Chico, fomos até Puerto Bertrand, mas não seguimos até Villa O’Higgins.
      A estrada até lá é totalmente de terra e tem lugares interessantes pelo caminho, como Cochrane e Caleta Tortel, mas tivemos que desviar o roteiro por conta de nosso tempo que estava bem escasso.
      Penso que se você tiver tempo suficiente, seguir até Villa O’Higgins pode ser uma boa ideia. Caso contrário, o melhor é se concentrar nas demais regiões da Carretera!
      Ótima viagem, Míriam! 🙂
      Um grande abraço dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  2. Olá parabéns pela reportagem.

    Estou indo agora no final do ano para futaleufú. Irei por Esquel então minha dúvida é como alugar um carro por lá que não me dê problemas para atravessar a fronteira. Posteriormente subirei até o Parque Pumalin e depois desço ate Puyuapi, voltando a futaleufú por fim.
    Vc teria informação sobre aluguel de veículo em Esquel ?
    Estarei com duas crianças É um passeio seguro ? Grato

    • Olá amigo, Erick Ronzella, tudo bem?
      É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro! 🙂
      Infelizmente, não temos informações mais precisas sobre o aluguel de carros nesta região, mas poderia pesquisar no site das grandes empresas, pois Esquel é uma cidade bem turística.
      Sobre a questão da segurança, penso que esta é uma das regiões mais seguras da América do Sul, apesar de ser bem isolada.
      De qualquer forma, é sempre bom tomar as precauções e evitar certos lugares à noite!
      Ótima viagem, amigo Erick! 🙂
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  3. Em primeiro lugar: PARABÉNS. Esse foi um dos blogs/posts mais bem estruturados que já acessei.
    Uma questão: vcs falam nos sentidos norte a sul ou inverso. Como se fosse largar o carro em P. Montt ou Villa O’Higgins. ??? Estou pensando em ir em fevereiro, mas alugando um carro em P. Montt. Fiz cotações e a tx de retorno é mais cara que 10 dias de aluguel. Alguma sugestão? Voltando pela Argentina, p. ex.?
    Grande abraço,
    Fernando Bayma.

    • Olá amigo, Fernando Bayma, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber o seu contato e conhecer um pouco mais desta fantástica expedição que está planejando.
      Então, uma boa opção é alugar o carro em Puerto Montt, seguir até Villa O’Higgins e, posteriormente, cruzar para a Argentina (por Chile Chico) e subir pela Ruta 40, atravessando para devolver o carro em Puerto Montt.
      Para nós, o trecho de Puerto Guadal até Chile Chico é o mais incrível da região da Carretera Austral.
      A vantagem deste plano é que você fará dois caminhos magníficos em uma só viagem! 🙂
      Aproveite bastante desta fascinante expedição, amigo Fernando! 🙂
      Grande abraço,
      Henrique e Sabrina.

      • Henrique e Sabrina, vocês são 20 (10 pra cada) réré!

        Sugestão totalmente aceita. Passagens tiradas, carro e hotéis reservados.
        Meus maiores agradecimentos.
        Abraço grande.
        Fernando.

        • Sensacional, amigo Fernando Bayma!!! 🙂
          Ótima viagem e aproveite demais esta região belíssima!
          Depois nos conte como foram os dias na Carretera Austral.
          Um forte abraço dos amigos,
          Henrique e Sabrina.

    • Olá amigo, Affonso Ribeiro, tudo bem?
      É um prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
      Então, neste caso você terá que realizar as três travessias de balsa, pois não há estradas que liguem Puerto Montt ao restante da Carretera Austral.
      A única opção, caso não queira enfrentar as balsas, é dar uma volta considerável, saindo de Puerto Montt e seguindo para Esquel, na Argentina, e depois retornando para o Chile por Futaleufú, que se localiza a poucos quilômetros da Carretera Austral.
      É um caminho fascinante também, uma opção às balsas.
      Quaisquer dúvidas conte sempre conosco, Affonso!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

      • Boa tarde Henrique e Sabrina
        Estamos de malas prontas vamos chegar dia 5/9/17 em Puerto Montt e ir ate Coyaique
        Vamos alugar um carro em Puerto Montt qual cidade devemos pernoitar e seria bom voltar pelo lado Argentina quanto tempo daria esses trajetos???
        Obrigado Abraço

        • Olá amigo Affonso, tudo bem?
          Então, uma boa cidade para pernoitar neste trajeto é Esquel, na Argentina, e Futaleufú, no Chile! 🙂
          Acredito que algo como 5 a 7 dias seja suficiente para percorrer este trajeto!
          Aproveitem demais esta incrível viagem, Affonso!
          Abraços dos amigos,
          Henrique e Sabrina.

  4. Olá! Parabéns pelo post, é tudo que eu precisava.
    Em outubro estarei fazendo a carretera de Puerto Montt até Villa O’higgins e na volta, passarei em Chile Chico, e seguirei para o Ushuaia pela ruta 40. Programei uma pernoite em Bajo Caracoles e pelo seu relato, a infra estrutura é ruim. Existe algum hotel ou camping no local? Sabe se é permitido levar um galão com combustivel reserva no veiculo? Obrigado!

    • Olá Elton Pereira, tudo bem?
      É um imenso prazer receber o seu contato no Terra Adentro!
      E que roteiro sensacional que você está planejando para este ano.
      Sobre Bajo Caracoles, realmente a cidade é praticamente inexistente, um pequeno vilarejo. Creio que existia uma pousada por lá, mas nada confiável.
      Optamos por dormir em nosso carro ao lado de alguns caminhões que estavam parados em frente à uma estação de polícia.
      Me parece que existe um camping em Bajo Caracoles, mas não sei bem quanto ao período de funcionamento dele.
      Sobre o galão com combustível, creio que não terá problemas com ele, principalmente se evitar atravessar as fronteiras com ele cheio.
      Qualquer dúvida é só nos escrever, Elton! 🙂
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Olá Barbara, tudo bem?
      É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
      E que viagem incrível você está planejando, pois a Carretera Austral é a estrada mais bonita que já cruzamos em nossas vidas!
      Sobre o seu cachorrinho e sua gata confesso que não me recordo de ter visto qualquer proibição sobre isto nas balsas.
      Como as travessias são rápidas – mais demorada dura algo como 3 horas – penso que não deve ter qualquer proibição de levar animais.
      De qualquer forma, acho que seria prudente enviar um e-mail pra Transbordadora Austral e confirmar esta dúvida com eles! 🙂
      O que mais pudermos ajudar, conte sempre conosco, Barbara!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  5. O veículo ideal para cruzar a carreteira é o teu.
    Seja ele qual for.
    Digo isto porque muitos amigos estão aguando oportunidade para adquirir um carro bom para “enfrentar” a carreteira.
    Lá se vê tudo quanto é tipo de veículo.
    Encontramos um casal de canadenses, com dois filhos pequenos (entre 2 e 3 anos) de bicicleta.
    Nós (casal na faixa dos 60) fomos num Honda fit já bem rodado mas com manutenção em dia.

    • Olá amigo Paulo Fernando, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber a sua mensagem no Terra Adentro, compartilhando experiências tão importantes com os futuros viajantes da Carretera Austral.
      Concordo plenamente contigo. A Carretera Austral não é uma estrada fácil, mas pode ser cruzada com qualquer veículo, mesmo que não seja um 4×4.
      E parabéns por esta incrível aventura, em uma das regiões mais bonitas do mundo!
      Grande abraço dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  6. Olá, primeiramente parabéns pela jornada e pelo relato.
    Estou planejando uma trip pela Patagônia agora em maio, e parte do meu roteiro são as cidades de Puyuhuapi, Coihaique e Puerto Rio Tranquilo, e estas ficam no caminho da carretera austral. Então estou pensando em fazer essa parte de carro, mas estou buscando informações quanto as condições da estrada no mês de maio e o preço que gastaria com aluguel de um 4×4 e combustível. O plano seria descer de Futaleufú até Chile Chico pela carretera austral.
    Em que época viajaram pela carretera austral? Saberiam dizer de como é a estrada no outono?
    Chegaram a ver ônibus de viagem pelo caminho? (seria meu plano b)
    Obrigado!

    • Olá Daniel, tudo bem?
      É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
      Que espetacular esta viagem que você está planejando, pois a Carretera Austral é uma estrada fantástica!
      Então, nós cruzamos a Carretera no mês de dezembro, debaixo de muita chuva. Não sei bem como estarão as condições da estrada no mês de maio, mas é possível esperar algumas nevascas pelo caminho.
      Então, vimos alguns ônibus de linha cruzando a Carretera, mas, se for possível realizar de carro, temos certeza que você curtirá muito mais a estrada, até porque a maior parte dos atrativos ficam no meio do caminho e não no destino em si.
      Qualquer dúvida que surgir, conte sempre com nosso apoio, colaboração e incentivo!
      Esperamos que faça uma excelente viagem, Daniel!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  7. Oi gente!
    Tudo bom?
    Sei que é inverno e pode nevar, mas queria uma opinião de vocês sobre fazer esta estrada de moto (não vou de 4×4 no momento) em julho, no inverno.
    Qual a opinião de vocês?
    Obrigado!
    Abs
    Ivan

    • Olá Ivan, tudo bem?
      É um imenso prazer receber o seu contato no Terra Adentro!
      Você nos apertou bem com esta pergunta! hehe.
      Então, a carretera é uma estrada que até tem uma boa estrutura (cidades, postos, hospedagens e etc.). Contudo, não sei bem como é o funcionamento destas atividades ao longo do inverno e se ocorrem certas paralisações.
      A estrada não exige veículo 4×4, apesar de ter muitos buracos.
      Enfim, não sei bem uma resposta para ter passar, mas tentaremos descobrir se alguém já cruzou toda a estrada em pleno inverno.
      Manteremos contato, Ivan!! =)
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  8. Acabei de deixar a Carreteira Austral consegui fazer a metade de Chile Chico até Cohiaik , ela está muito ruim muitos buracos e muita trepidação, estou de Pajero 4×4 está tranquilo mas carro de passeio vai judiar muito.

    • Olá Marcos Antônio, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber o seu comentário no Terra Adentro!
      Que bacana que cruzou a Carretera Austral! Realmente, amigo, o que não falta na estrada é buraco. Tem que andar com muito cuidado e sempre bem devagar, pois os buracos estão espalhados por todos os cantos!
      Bom, mas espero que tenham curtido muito esta que é uma das estradas mais lindas do mundo, certamente!
      Obrigado pela companhia sempre, Marcos!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Olá Carolina, tudo bem?
      É um imenso prazer receber sua mensagem no Terra Adentro!
      Então, não vejo nenhum problema em seguir de Kombi para a Carretera Austral, pois não terá que fazer nenhum trecho off road por lá, apesar de grande parte do trajeto ainda ser de rípio.
      Venta bastante na Carretera Austral, mas um pouco menos que na Ruta 40 e Ruta 3 na Argentina. Acredito que não terá problemas por conta do vento na carretera, Carolina! =)
      Qualquer outra dúvida, pode contar sempre com nosso apoio!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  9. Olá pessoal, belo post, estou ir em breve fazer a Carretera mas ainda não sei se será neste verão ou no ano que vem. Tenho duas dúvidas.

    Eu queria fazer a carretera inteira mas não vou de carro até lá e sim vou alugar por lá. Isso tem um problema, pois eu terei que alugar o carro em algum lugar e “ir e voltar”. Se alugar em Puerto Montt eu terei que descer até Villa Ohiggins e voltar. Vocês tem alguma dica em relação a isso? Eu poderia também ir de avião até Balmaceda e “subir e descer” e depois “descer e subir novamente”…

    Outra dúvida. Vocês dizem que dormiram no mochileiro, mas vocês viram se é tranquilo arrumar pousadas no dia mesmo? Eu queria fazer uma roteiro um pouco mais livre para parar onde achasse bonito e ficar mais tempo se achar alguma cidade legal. Qual seu sentimento a isso?

    Ah, eu terei 3 semanas pra fazer isso.

    Abraços, estou gostando muito de acompanhar a viagem de vocês.
    Helder Ribeiro

    • Olá Helder, tudo bem?
      Que bacana que está super animado para cruzar a Carretera Austral de carro! Temos certeza que irá curtir muito a região, que é de uma beleza indescritível!
      Então, acho que a melhor opção é alugar o carro em Puerto Montt e, de lá, partir em direção ao extremo sul da carretera. Uma opção, para não repetir completamente o caminho, é, na volta, desviar para Futaleufú e entrar para a Argentina por Esquel, retornando ao Chile por Pucón, um pouco acima das cidades de Bariloche e San Martin de los Andes, na Argentina. De Pucón, basta descer para Puerto Montt novamente e devolver o carro. É uma ótima opção, caso não anime fazer o mesmo caminho nos dois sentidos.
      Bom, sobre as hospedagens, não pesquisamos muito, pois dormimos sempre no Mochileiro, contudo acredito que é possível planejar mais em cima da hora, especialmente se não for em altíssima temporada. Somente nas cidades bem pequenas, que vale a pena se programar antes de chegar.
      No mais, acredito que você tem um ótimo tempo para fazer a Carretera Austral com bastante tranquilidade e desfrutar todas as belezas surpreendentes da região.
      Pode contar sempre com nosso apoio, Helder.
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  10. Henrique e Sabrina, na maior parte do tempo vocês ficaram no Mochileiro? Qual o valor médio para estadia nestes vilarejos que mencionou, tem ideia? FORÇA TERRA ADENTRO!!!

    • Olá amigos, Marcos e Érika, como vocês estão?
      É um baita privilégio receber o comentário de vocês por aqui!
      Então, todas as noites dormimos no Mochileiro, com exceção de Puerto Bertrand, onde fizemos uma parceria com um hotel.
      Mas, no geral, os preços das diárias das pousadas giravam em torno de 30.000 a 45.000 pesos chilenos, algo como R$160,00 a R$240,00 reais.
      E como tem ótimas pousadas pelo caminho!
      Obrigado pela companhia e pelo incentivo sempre, amigos!
      Abraços,
      Henrique e Sabrina.

  11. Já venho acompanhado a aventura de vcs dois há um bom tempo, tão jovens e experiente, ficamos muito agradecido por todo conhecimento que vcs compartilham. Uma viagem desta é mais encorajadora para nós fazermos hoje, devido a pessoas como vcs, que nos passam tudo mastigadinho. Muito Obrigado!!

    • Olá Inácio Valadares, tudo bem?
      Nós que ficamos extremamente felizes por recebermos o seu contato no Terra Adentro!
      É muito bom sabermos que viajamos na companhia de pessoas tão bacanas como você!
      Temos certeza que vocês ficarão encantados com esta viagem de carro pela Carretera Austral! Esta é daquelas viagens que, em muitos momentos, o caminho é mais bonito e interessante que o destino.
      Aproveitem muito e contem sempre com nosso apoio e incentivo!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Olá Rosilene, tudo bem?
      Nós que agradecemos muito por receber o seu contato no Terra Adentro!
      Temos certeza que você se apaixonará pela Carretera Austral, pois são incontáveis belezas pelo caminho!
      Aproveitem muito e contem sempre com nossa colaboração.
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Olá Carlos, tudo bem?
      É um prazer receber o seu comentário no Terra Adentro.
      Temos certeza que você se encantará pela Carretera Austral, pois toda a região é belíssima!
      Boa viagem e conte sempre com nosso apoio e incentivo!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  12. O ano passado saimos de São Paulo dia 20/12/2015 , primeira parada Mendonza, depois Santiago Chile, Pucon, Puerto Varas, Puerto Mont, Bariloche, Santa Rosa, Buenos Aires, Colonia de Sacramento (Uruguay), Montevideo, Caxias do Sul e retorno para São Paulo dia 19/01/2016, 10.500Km de puro prazer, viagem maravilhosa, agora vamos complementar com o roteiro acima.

    • Olá Marcos Antônio!!
      Que incrível viagem fizeram em 2015! Só passaram por lugares sensacionais!
      Ficou faltando somente a Carretera Austral, que temos certeza que vocês curtirão demais! Pra nós, é a estrada mais linda que já cruzamos!
      Aproveitem muito e contem sempre com nosso apoio e incentivo!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  13. Muito boas suas dicas sobre a Carretera Austral, vou sair de São Paulo dia 28/01/2017 e retornar até 04/03/2017, tenho uma Pajero TR4, e vou até Ushuaia, passando pela Peninsula Valdez, e retornando por Punta Arenas, Puerto Natales, Torres de Paine, El Calafate, El Chalten, e depois vou a Puerto Rio Tranquilo pela Ruta 40 até Perito Moreno passando por Chile Chico, de Puerto Rio Tranquilo pretendo fazer este caminho pela Carretera Austral até Futaleufú, saindo por Esquel até San Martin de Los Andes, passando por Bariloche. Gostei pois tinha muitas duvidas em relação a este trajeto, principalmente pelos pontos de abastecimento, obrigado Henrique e Sabrina, ajudaram muito.

    • Olá Marcos Antônio, tudo bem?
      É um prazer receber o seu comentário no Terra Adentro e saber que está planejando uma viagem incrível pela América do Sul!
      Adoramos o roteiro que vocês vão cruzar e achamos que vocês acertaram na mosca.
      Aproveite muito a Patagônia e qualquer dúvida que tiver é só nos escrever!
      Boa viagem!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

    • Olá Leonardo, tudo bem?
      Aproveitem muito a Carretera Austral, pois ela cruza uma das regiões mais lindas de toda a América do Sul!
      Boas viagens sempre, amigo!
      Abraços,
      Henrique e Sabrina.

  14. Muito bom seu resumo do roteiro na Carretera Austral. Já estive duas vezes na Patagônia pelo lado Argentina indo até o Ushuaia. Tenho grande interesse em fazer este roteiro,
    e foi de grande valia ler o seu Post. Obrigado e Boa viagem.

    • Olá Odair Novelleto, tudo bem?
      É um prazer receber o seu comentário no Terra Adentro!
      Nossa, que grandes aventuras já vivenciou na Patagônia! Toda esta região é incrível, especialmente a Carretera Austral, que é um lugar fantástico!
      Ficamos muito felizes que este post o ajudará no planejamento de sua expedição pela Carretera Austral!
      Qualquer outra dúvida é só nos escrever!
      Boas viagens sempre!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  15. Olá pessoal,
    Estou acompanhando de perto essa jornada de vocês, estou querendo fazer Ushuaia, passando pelo litoral uruguaio e na volta fazer Torres del Paine, El Calafate e voltar pela Carreteira, sou de Porto Alegre e meu carro um Honda City, minha idéia é colocar uma barraca de teto nele e ir…será que é muita ousadia minha???

    • Olá Tiago, tudo bem?
      É um imenso prazer recebermos o seu contato no Terra Adentro!
      Nossa, que viagem fantástica que está planejando! Temos certeza que você ficará encantado com estes destinos, especialmente com as estradas que cruzará! São cenários de outro mundo!!
      Então, dentro do nosso ponto de vista, acredito que você não terá problema algum em viajar com o seu carro. As estradas, mesmo quando não pavimentadas, têm um bom estado de conservação. A mais complicada é a Carretera Austral, mas somente por causa da quantidade de buracos. Se for devagar e curtindo a paisagem, não terá problema algum em cruzar com seu carro, pois estes caminhos não te obrigam a usar um 4×4 ou algo do tipo!
      Bom, esperamos ter ajudado no planejamento de sua viagem, Tiago!
      Qualquer dúvida é só nos escrever.
      Abraços dos amigos, Henrique e Sabrina.

      • Olá Henrique e Sabrina!
        Obrigado pela resposta!!!
        Baseado na aventura de vocês e em pesquisas na internet, montei esse roteiro aqui, o que vocês acham?
        Dia 1 Guaíba/RS à La Paloma (URU)
        Dia 2 La Paloma à Montevidéu
        Dia 3 Montevidéu à Colonia del Sacramento
        Dia 4 Colonia del Sacramento à Bahía Blanca (ARG)
        Dia 5 Bahía Blanca à Puerto Madryn
        Dia 6 Puerto Madryn/Peninsula Valdez/Puerto Madryn
        Dia 7 Puerto Madryn à Comodoro Rivadavia
        Dia 8 Comodoro Rivadavia à Rio Gallegos
        Dia 9 Rio Gallegos à Ushuaia
        Dia 10 Ushuaia
        Dia 11 Ushuaia
        Dia 12 Ushuaia à Punta Arenas
        Dia 13 Punta Arenas
        Dia 14 Punta Arenas à Puerto Natales
        Dia 15 Puerto Natales
        Dia 16 Puerto Natales
        Dia 17 Puerto Natales à El Calafate
        Dia 18 El Calafate
        Dia 19 El Calafate à El Chaltén
        Dia 20 El Chaltén
        Dia 21 El Chaltén
        Dia 22 El Chaltén à Bajo Caracoles
        Dia 23 Bajo Caracoles à Chile Chico
        Dia 24 Chile Chico à Puerto Rio Tranquilo
        Dia 25 Puerto Rio Tranquilo à Villa Cerro Castillo
        Dia 26 Villa Cerro Castillo à Puyuhuapi
        Dia 27 Puyuhuapi à Futaleufú
        Dia 28 Futaleufú à Bariloche
        Dia 29 Bariloche à Santa Rosa
        Dia 30 Santa Rosa à Fray Bentos
        Dia 31 Fray Bentos à Rivera
        Dia 32 Rivera à Guaíba

        Vocês acham que 32 dias é pouco? Ficaria muito corrido? Ou dá pra fazer?
        Agradeço de antemão a resposta!!!
        Tiago

        • Olá Tiago, tudo bem?
          Nossa, acho que você acertou na mosca ao elaborar este roteiro! =) Conseguiu contemplar os lugares mais fantásticos do sul de nosso continente!
          Tenho só duas observações: Se você não tiver como dormir dentro do carro, acho que Bajo Caracoles não é uma boa opção, pois a cidade é minúscula. Creio que exista uma pousada por lá e nada mais. Já na Carretera Austral, tente fazer uma visita em Puerto Bertrand, que fica ao sul de Puerto Río Tranquilo, pois vale muito a pena conhecer o Rio Baker!
          No mais, está incrível seu roteiro!!! Tenho certeza que viverão uma experiência para toda a vida!
          Bom, sobre o tempo, acho que é possível, sim, contudo ficará um pouco corrido em certos lugares, pois algumas estradas dificilmente terá um bom rendimento (como por exemplo, a Carretera Austral). Enfim, mas acredito que consiga concluir todo o trajeto neste tempo, Tiago!
          Te desejamos uma incrível viagem, amigo!
          Conte sempre com nosso apoio!
          Abraços dos amigos,
          Henrique e Sabrina.

          • Oi pessoal,
            Teria que ir direto de El Chaltén à Perito Moreno então?
            Abraço e obrigado, de novo, pelas dicas!!!
            Tiago

          • Fala Tiago!!
            Bom, pela nossa experiência nesta rota, acho a melhor opção pernoitar em Perito Moreno! Esta última vez dormimos em Bajo Caracoles, contudo só tinha o nosso carro e um caminhão por lá! Muito vazio e sem qualquer estrutura!
            Se conseguir sair mais cedo de El Chaitén, não deixem de visitar a Cueva de Las Manos, que fica nas proximidades de Bajo Caracoles. É uma caverna com pinturas rupestres de até 12 mil anos e é patrimônio da Unesco! Vale muito a pena conhecê-la!
            Qualquer dúvida é só nos escrever, Tiago!
            Boa viagem, amigo!
            Abraços, Henrique e Sabrina.

  16. Bom resumo da beleza q é esta estrada. Fiz ela 20 anos atrás (tinha menos km e mais buracos kkkk) de Defender. Repeti 2 anos atrás de Hilux e camper Four Wheels e devo repetir o trecho a partir de outubro deste ano com um MHO (truck overlander). Vale a pena. Boa viagem.

    • Olá Assis, tudo bem?
      É um prazer receber o seu comentário no Terra Adentro!
      Nossa, não conseguimos imaginar como era a Carretera Austral a 20 anos atrás! Que baita aventura, amigo!!
      E de fato, não há como negar que esta é uma das estradas mais lindas do mundo! Um dia também voltaremos!!
      Bom retorno à Carretera Austral, Assis!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here