Antes de chegarmos à Cartagena, sonhávamos em conhecer algumas ilhas do Caribe. Infelizmente, por conta de estarmos em uma longa viagem pelo mundo, não podemos nos descuidar de nosso orçamento financeiro um dia sequer, caso contrário entramos em uma espiral financeira perigosa.

As paradisíacas Ilhas do Rosário.

Assim, descartamos, de pronto, inúmeras ilhas do Caribe que, apesar de parecerem fantásticas, são extremamente caras. Desta forma, encontramos em Cartagena o caminho ideal para conhecermos algumas ilhas Caribenhas, por se tratarem de passeios com preços bem mais acessíveis.

Em outras palavras, as Ilhas do Rosário, que circundam a região de Cartagena, talvez sejam as ilhas ideais para quem viaja com orçamento enxuto, mas busca paisagens incríveis. Organizamos nossa programação e, junto com a família do Henrique que nos visitava, reservamos viagens para duas ilhas distintas.

27 ilhas compõem o Parque Nacional Corales del Rosario.

Elas se localizam a cerca de uma a duas horas de lancha de Cartagena. Algumas destas ilhas possuem estrutura de hotéis, enquanto outras são completamente inexploradas, contendo apenas pequenos vilarejos de pescadores.

A primeira destas ilhas que fomos é a chamada Bora Bora. O percurso de lancha durou mais de uma hora e meia, até avistarmos a única e pequena praia de águas transparentes da ilha.

As camas super disputadas de frente para o mar do Caribe.

O passeio, que nos custou algo como COP 110.000 (pesos colombianos) tinha hora certa para retornar à Cartagena. A pequenina praia da ilha era muito bonita, de águas quentinhas e cristalinas, contudo a estrutura oferecida era bem limitada.

As poucas camas que ficavam de frente para o mar eram disputadíssimas e foi quase impossível fotografá-las, já que passar alguns minutos deitados por lá não foi possível.

Logo o almoço foi servido e, pouco tempo depois, já era hora de retornarmos à Cartagena. Os fortes ventos daquela tarde, fizeram o barco desviar a rota e ensoparam todos que estavam ali dentro. A quantidade de água que voava para dentro do barco era surreal.

Voltamos com a sensação que poderia ter sido melhor, apesar das belas paisagens que pudemos presenciar.

A outra ilha que havíamos reservado o passeio era de propriedade da Gente de Mar, localizado na Ilha Grande. Havíamos lido alguns relatos positivos sobre esta ilha e estávamos grande expectativa.

Mais perto que a ilha de Bora Bora, a Gente de Mar possui uma estrutura impecável. Hotel, restaurante, banheiro, duchas e incontáveis cadeiras e camas de frente para o incrível mar azul turquesa do Caribe.

As águas hipnotizantes do Caribe.

O passeio, que nos custara um pouco mais caro, algo como COP 170.000 (pesos colombianos) fazia jus à fama. As três praias da ilha são sensacionais. As águas transparentes e quentinhas nos impediam de deixar as praias, mesmo que o barco continuasse a esperar por nós.

Voltamos para Cartagena plenamente felizes e realizados por esta incrível oportunidade que tivemos durante a viagem.

Será que visitaremos outras ilhas durante a volta ao mundo? Bom, ainda não sabemos, mas não nos esqueceremos nunca das Ilhas do Rosário, o Caribe de Cartagena.

Dicas para quem vai visitar as Ilhas do Rosário:

  • As lanchas que levam às Ilhas do Rosário partem do conhecido Muelle de la Bodeguita.
  • Existem inúmeros hotéis e resorts que dão nome às Ilhas, como o caso do Bora Bora e o Gente de Mar.
  • As viagens de lancha duram algo como 1 a 2 horas.
  • Normalmente, os passeios partem às 8h30 e retornam às 15h para Cartagena.
  • Achamos a Ilha Gente de Mar incrível, com praias belíssimas e ótima estrutura.
  • Não achamos o custo benefício do Bora Bora tão interessante assim.
  • O custo do Bora Bora foi algo como COP 110.000 por pessoa (ou cerca de R$110,00), enquanto o Gente de Mar foi de COP 170.000 por pessoa (ou cerca de R$170,00).
  • Estes valores incluem o transporte de lancha e o almoço.
  • Para embarcar, paga-se um adicional de COP 15.500 de impostos (cerca de R$15,50), que não está incluído nos preços dos passeios.
  • Procure reservar alguns passeios com certa antecedência, pois muitas ilhas recebem somente uma lancha por dia.
  • Procure marcar os assentos mais à frente na lancha, pois normalmente os assentos na parte de trás são aqueles que se molham mais, especialmente na viagem de volta para Cartagena.
  • Verifique as condições climáticas antes de reservar os seus passeios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here