1Ruta 3, Argentina

Considerada a principal rota pelo lado leste do país, a Ruta 3 é uma estrada que desperta paixões. Com seus mais de 3 mil quilômetros, entre Buenos Aires e Ushuaia, a Ruta 3 possui retas de centenas de quilômetros, cruza belíssimas regiões da Patagônia e é a única via de ligação com a cidade do fim do mundo.

2Estradas da Península Valdés

Cruzar as estradas da Península Valdés é conhecer de perto a Patagônia em seu esplendor. São quilômetros de paisagens áridas, contrastando com uma diversidade de fauna incrível.

Leia mais sobre a Península Valdés aqui.

3Ruta 40, Argentina

Considerada uma das estradas mais míticas do mundo, a Ruta 40 é o símbolo da Argentina. Estrada esta que corta o país pelo oeste, de sul a norte, a Ruta 40 cruza por regiões magníficas, como o Campo de Gelo Sul, e as famosas Quebradas Geológicas do norte do país. Sem dúvida alguma, uma das estradas mais completas e surreais da América do Sul.

4Estradas do Parque Torres del Paine

Considerado um dos parques mais bonitos do mundo, o Parque Torres del Paine possui algumas das estradas mais inacreditáveis que já cruzamos em nossas vidas. A cada curva, surge uma composição surreal de montanhas, lagos e fauna característica.

Leia mais sobre o Parque Torres del Paine aqui.

5Carretera Austral, Chile

Se um dia você sonhou em cruzar uma estrada perfeita, repleta de lagos, rios cristalinos, montanhas nevadas, densas florestas, precipícios e tudo com muita aventura, o seu sonho se tornou realidade na Carretera Austral.

Considerada uma das estradas mais cênicas do mundo, os mais de 1.200 quilômetros que unem Villa O`Higgins, no extremo sul do país, a Puerto Montt, na região dos lagos, são repletos de paisagens impressionantes. Um colírio para os olhos de quem viaja de carro ou de moto por estas bandas.

Leia mais sobre a Carretera Austral aqui.

6Paso San Francisco, Chile-Argentina

Se você busca uma boa aventura no chile, agora você encontrou o caminho certo. O Paso Fronteiriço conhecido como Paso de San Francisco, é uma estrada que interliga as cidades de Copiapó, no Chile, à Fiambalá, na Argentina.

Cruzando por altitudes acima dos 4.800 metros, o Paso de San Francisco é uma das regiões mais belas e intocadas dos altiplanos andinos. Dirigir por esta estrada requer um bom planejamento e muita cautela, mas tenha certeza que a recompensa será inesquecível.

Leia mais sobre o Paso de San Francisco aqui.

7Paso de Sico, Deserto do Atacama/Chile

O incrível pôr do sol no Salar de Águas Calientes

O caminho entre Salta, na Argentina, e San Pedro de Atacama, no Chile, é precioso. Cruzamos por altitudes extremas, a mais de 4.700 metros acima do nível do mar, e tivemos a oportunidade de atravessar o trilho do trem das nuvens, um dos caminhos ferroviários mais altos do mundo, ainda na Argentina.

Passamos também ao lado do Salar de Águas Calientes, já no Chile, e presenciamos um dos pores do sol mais lindos do Atacama.

Leia mais sobre o Deserto do Atacama aqui.

8Cânion del Colca, Peru

Já imaginou cruzar pelo segundo cânion mais profundo do mundo? É, o Cânion del Colca, com seus mais de quatro mil metros de profundidade, é um dos lugares mais impressionantes do Peru, além de ser a casa da maior ave voadora do mundo: o Condor-dos-andes.

Leia mais sobre o Cânion del Colca aqui.

9Santa Maria à Santa Teresa, Peru

Apesar dessa estrada no Peru ter apenas 14km, dirigir por ela é uma verdadeira aventura. Este é o caminho para se chegar a Machu Picchu, para quem opta por não ir de trem.

Construída na rocha, a estrada beira precipícios gigantescos. Em alguns trechos, tivemos que rezar para não cruzar com outro veículo, já que a estrada ficava tão estreita a ponto de caber apenas um carro.

Leia mais sobre a nossa chegada em Machu Picchu aqui.

10Cusco à Nasca, Peru

Os quase 650 quilômetros que percorremos, em dois dias, no interminável caminho de Cusco para Nasca nos revelaram paisagens incríveis, momentos únicos e encontros totalmente inesperados.

Nunca antes em nossas viagens havíamos cruzado um percurso com tanto sobe e desce. Pra se ter uma ideia, de Cusco à Nasca, subimos acima dos 4.500 metros por quatro vezes e, no mesmo número de vezes, descemos para perto dos 2.000 metros acima do nível do mar.

A quantidade de curvas é incalculável e, cada vez que giramos o volante do carro para uma outra direção, um cenário grandioso se descortina para nós. Além disso, tivemos a oportunidade de conhecer de perto a vida simples do povo andino do Peru.

Leia mais sobre esta estrada aqui.

11Rota dos Vulcões, Equador

A famosa Rota dos Vulcões liga as cidades de Cuenca a Quito e passa ao lado de vários e gigantescos vulcões. Muitos deles ainda são ativos, enquanto outros se encontram adormecidos ou extintos.

Na foto, passávamos bem ao lado do Vulcão Chimborazo, considerado a montanha mais alta do mundo.

Leia mais sobre este vulcão aqui.

12Popayán à Neiva, Colômbia

A estrada que liga as cidade de Popayán à Neiva faz parte de uma rota alternativa para quem parte do Sul da Colômbia e quer chegar à capital, Bogotá. O caminho fica bem no meio da selva colombiana, em uma região super isolada.

Leia mais sobre esta estrada aqui.

6 COMENTÁRIOS

  1. Olá amigos aventureiros.
    Sou de Rio Grande/RS e estou partindo em setembro para uma aventura ao deserto do Atacama, com estadia em San Pedro de Atacama, a bordo da minha “branquela”, uma Ranger cabine simples.

    Está sendo de grande ajuda acompanhar vocês, tanto pelo instagram quanto pelo site. Principalmente, pelas dicas com a legislação e documentação.
    Sigo acompanhando vocês… Boa sorte com a Trip… Se forem à Florida, nao deixem de conhecer Key West.

    Grande Abraço!

    • Olá amigo, Cleber Ribeiro, tudo bem?
      Que imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro!
      Ficamos muito felizes que nossos posts e nossa viagem estão te ajudando no planejamento desta viagem fantástica pelo Atacama!
      Obrigado pela dica na Flórida e qualquer dúvida que surgir, não deixe de nos escrever, Cleber! 🙂
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

  2. Ainda não conhecemos: Passo San Francisco, Passo Sico, Cânion del Coca, Sta. Maria a Sta. Teresa, Cusco a Nasca, Rota dos Vulcões e Popayán a Neiva. Estamos dando um “rolezinho” de carro pela Califórnia. Saímos ontem de San Francisco e hoje estamos em Napa. Um dia queremos chegar aqui de carro, mas vindo do Brasil!

    • Olá amigos Mário e Carmem, tudo bem com vocês?
      Nossa, que viagem sensacional que vocês estão realizando pelos EUA. Temos grande vontade de conhecer estes caminhos da Califórnia, que parecem ser incríveis! =)
      Temos certeza que, em breve, vocês cruzarão as mais impressionantes estradas das Américas!
      Contem sempre com nosso apoio, amigos.
      Grande abraço,
      Henrique e Sabrina.

  3. Tenho acompanhado sua viagem,com o sentimento de:Em breve também vou.
    Tenho uma Santa Fé, tração permanente, porém um tanto baixa,para trafegar por estradas de terra ,mal conservadas.O que sugerem, sobre o carro???

    • Olá amigo Marco Oppitz, tudo bem?
      Ficamos muito felizes em receber a sua mensagem no Terra Adentro e saber que você também está planejando cair na estrada em breve! =)
      Então, sobre o seu carro, acredito que você conseguirá rodar com ele na imensa maioria das estradas que já cruzamos até hoje!
      Em algumas estradas de terra ou de rípio mal conservadas, o ideal é andar bem devagar, pois costumam voar muitas pedras, que volta e meia danificam algo em nosso carro.
      No mais, é viver intensamente as incríveis experiências que uma viagem de carro nos proporciona! =)
      O que pudermos ajudar, conte sempre com nosso apoio, Marco!
      Abraços dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here