Para cruzar da América do Sul para a América Central fomos obrigados a embarcar o Mochileiro em um navio, uma vez que não existe nenhuma estrada que liga esta região. Isto tudo por conta do Estreito de Darién, uma faixa de terra de 87 quilômetros que impede a passagem.

Examinando a altura do Mochileiro em relação à altura do contêiner.

Com carro embarcado, tivemos que decidir qual seria o nosso meio de transporte para chegar ao centro do continente americano. Uma excelente opção que encontramos era fazer a travessia de veleiro. Uma experiência em alto mar que dura de quatro a cinco dias, navegando pelo Atlântico e cruzando por ilhas desertas.

Seria uma ótima aventura, mas o nosso orçamento não permitiu. O valor mínimo que encontramos foi USD500 por pessoa.

Como já havíamos gastado muito dinheiro com a travessia do Mochileiro, tivemos que economizar na nossa!

Decidimos, então, seguir de avião, a opção mais barata. Entretanto, quando compramos as passagens aéreas descobrimos que para entrar no Panamá de avião é preciso apresentar um comprovante de saída do país para a Companhia Aérea, já no momento do check-in.

Como viajamos de carro, vamos deixar o Panamá com o nosso próprio veículo. Apesar disso ser obvio para nós, para a companhia aérea não era tão simples assim. Mostramos o comprovante do embarque do carro, o qual seria despachado para um porto no Panamá e mesmo assim tivemos a entrada negada.

Desta forma, fomos obrigados a encontrar uma maneira de comprovar a nossa saída. De acordo com as normas do Panamá, deveríamos apresentar uma passagem de avião, ônibus ou barco. E não adiantava ser somente uma reserva: o ticket deveria estar pago.

Pesquisamos passagens aéreas e o mínimo que iríamos gastar com o cancelamento após a compra seria cerca de R$500 para nós dois. Um prejuízo e tanto!

Foi então que, pesquisando na internet no cafezinho do aeroporto, minutos antes do embarque, encontramos a solução mais barata para conseguir “a nossa saída do Panamá”.

Compramos duas passagens de van no site empresa Caribe Shuttle. Sairíamos de Bocas del Toro, no Panamá, rumo à Punta Uva, na Costa Rica. Pagamos USD66 pelas duas passagens e conseguimos comprovar como deixaríamos o país.

No mesmo dia em que aterrizamos, solicitamos o cancelamento das passagens, pagamos apenas uma multa de US$15 pela compra e recebemos de volta o restante do valor.

Burocracias que encontramos pelo caminho mas que, com o nosso jeitinho brasileiro, vamos tentando solucionar da forma mais econômica possível!

7 COMENTÁRIOS

  1. Pessoal,
    Tudo bem?
    Para entrar no Panamá pediram para vocês o certificado de vacinação contra febre amarela? Caso tenham pedido, pediram no embarque na Colômbia ou na imigração no Panamá?
    Muito obrigada,
    Vera

  2. Bom dia Henrique e Sabrina.
    Primeiramente gostaria de agradecer as informações que foram muito esclarecedoras, segundo estou acompanhado vcs e parabenizar pelos excelentes posts com lindas fotos e roteiros. Estou me preparando para março do ano que vem entrar nesta aventura. Grande abraço e que Deus sempre esteja com vcs.

    • Olá Carlos Roberto Graciano!! =)
      É um imenso prazer pra nós poder sempre compartilhar estas informações com futuros Overlanders.
      Já estamos à sua espera na estrada! =)
      Que DEUS abençoe todos os seus passos, amigo!
      Grande abraço,
      Henrique e Sabrina.

  3. Bom dia Henrique e Sabrina.
    Espero que todos estejam bem. Ficou para mim umas duvidas: 1)Todos estes entraves aconteceram na Colômbia
    2) Para vcs saírem da Colômbia é necessário ter um comprovante da saída do Panamá? 3) A compra da saída do Panamá de van compraram na Colômbia?4) Para mim não ficou claro pg vcs pediram ressarcimento no Panamá?
    Me desculpe o não entendimento, pois estou acompanhando vcs e esta servindo de ensinamento para que eu passe por estes ” Perrengues “. Grande Abraço e que Deus lhes acompanhe.

    • Olá amigo Carlos Roberto Graciano, tudo bem?
      É um imenso prazer receber a sua mensagem no Terra Adentro! =)
      Vamos às suas dúvidas: 1) Todos estes entraves aconteceram ainda na Colômbia. No Panamá, normalmente eles não pedem o comprovante de saída; 2) Sim, caso contrário a companhia aérea nem nos deixa embarcar; 3) Sim, compramos os tickets da van ainda na Colômbia, pouco tempo antes do embarque; 4) Pedimos o ressarcimento, pois este era um serviço que nós não utilizamos, já que usamos o nosso carro pra sair do Panamá.
      Fizemos todo este trâmite somente para comprovarmos a saída do Panamá, já que eles não aceitam o documento de embarque do carro como comprovante de saída.
      Espero ter ajudado em suas dúvidas, Carlos Roberto.
      Quaisquer outras dúvidas que surgirem, não deixe de nos escrever!
      Grande abraço dos amigos,
      Henrique e Sabrina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here