A verdade é que o décimo terceiro país da nossa Volta ao Mundo de carro foi uma gigantesca surpresa.

Pouco sabíamos sobre Belize, talvez o país mais desconhecido da América Central. O fato é que o país, além de muito desconhecido, é completamente diferente de tudo o que já vimos na vida.

Pelas ruas da principal cidade, Belize City, cruzamos com uma diversidade incrível de etnias, todos convivendo pacificamente em um mesmo país, que, por incrível que pareça, não tem o espanhol como o idioma oficial, mas sim o Inglês.

Contudo, somente 60% da população falam inglês correntemente, enquanto 55% falam espanhol, outros 44% falam o Crioulo Belizenho e uma minoria se comunica através da língua Maia Quiché.

Belize é um país muito pequeno, com uma população estimada em 380 mil habitantes, mas que carrega tamanhas diferenças de tudo o que vimos na América Central e do Sul.

As ilhas de sua costa são belíssimas, mas os altos preços tornam o destino extremamente inacessível para turistas menos abonados.

Decidimos seguir para as ilhas do país de última hora, quando recebemos uma proposta fotográfica de um hotel em Caye Ambergris, o que reduziu sensivelmente os valores que iríamos gastar.

Aproveitamos muito as praias da Ilha

Caso contrário, se não conseguíssemos esta parceria, só cruzaríamos o país rumo ao México, um roteiro praticamente obrigatório pra quem segue de carro em direção ao estado de Quintana Roo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here