A capital da Dinamarca foi o primeiro destino que conhecemos em nossa roadtrip pela Escandinávia.

Nós decidimos visitar esta charmosa cidade quando recebemos o convite das freiras beneditinas do Mosteiro Vor Frue Kloster. Quando saímos do Brasil, algumas freiras amigas da mãe do Henrique nos convidaram para conhecer o mosteiro onde elas moravam na Dinamarca. E assim fizemos logo que chegamos no país.

A primeira atração que conhecemos na Dinamarca foi ainda na estrada! Para chegar na capital Copenhagen, precisamos atravessar uma incrível ponte de 19km de extensão! A ponte cruza por lindas paisagens no trecho de mar entre as cidades de Nyborg e Halsskov.

Mas logo que chegamos em Copenhagen, já seguimos em direção ao Mosteiro, que fica nos arredores da capital, em uma região rural que estava perfeitamente colorida pelas folhas do outono. 

Uma pequena estradinha de terra nos levou até a construção, encravada no meio de um bosque.  Fomos, então, recebidos pela Irmã Ana Maria, que com um lindo sorriso nos apresentou a hospedaria onde passaríamos os próximos três dias.

Escolhemos visitar o centro da capital em um lindo domingo de outono, sem trânsito e com parques cheios de pessoas caminhando. Cruzamos o centro antigo da capital a pé, por entre belas construções históricas, até alcançarmos o bairro mais pitoresco da região. 

O colorido bairro de Nyhavn.

Passeamos por horas pelo boêmio canal de Nyhavn, margeando seus típicos prédios coloridos. Antes de ir embora, ainda provamos um delicioso cachorro-quente dinamarquês, com linguiça e muita cebola caramelizada. 

No caminho de volta, também paramos para conhecer a belíssima Igreja de Mármore de Copenhagen, a Marmorkirken. Coincidentemente ela estava enfeitada para uma comemoração especial com dezenas de flores de cerejeira, que deixou o seu interior ainda mais encantador!

Interior da Igreja de Mármore de Copenhagen.

Na região de Copenhagen, vistamos também o Castelo de Kronborg, um dos mais importantes do Renascimento europeu. Construído em 1420 por um rei dinamarquês, o castelo foi o palco para muitas representações da famosa tragédia Shakespeariana de Hamlet.

1 COMMENT

Deixe uma resposta para Cruzando a Suécia | Terra Adentro Cancel reply

Please enter your comment!
Please enter your name here