Chegamos na Itália depois de quase dois meses que passamos entre a Holanda, Alemanha e Áustria. A este ponto, já estávamos quase nos acostumando com o comportamento e a cultura das pessoas na região norte da Europa.

Para nos adaptarmos, tivemos que gradualmente abaixar o tom de voz, tentar ao máximo nos expressarmos nas línguas locais e manter sempre diálogos curtos e diretos. Quando chegamos na Itália, porém, tudo se mostrou diferente. 

Quando percorríamos os últimos quilômetros da Áustria, já quase alcançando a região das Dolomitas, no norte da Itália, paramos o carro para fotografar um belo lago que ficava na beira da curvilínea estrada dos Alpes. 

Enquanto fotografávamos, uma família italiana chegou e começou a fazer um piquenique de domingo na beira do lago. Eles falavam alto, gesticulavam e, até mesmo, puxaram papo conosco. Foi incrível perceber a diferença cultural já ali, na fronteira entre os países. 

Animados com as boas-vindas dos italianos, seguimos para o camping em que planejamos dormir nesta noite. Antes de chegar a região, marcamos no mapa inúmeros pontos de interesse e atrações para conhecermos nos dias seguintes.

O Fascinante Lago Di Dobbiaco.

O que não esperávamos foi a surpreendente localização do nosso camping: exatamente em frente ao Lago Di Dobbiaco, uma das paisagens mais lindas e famosas de todo o norte da Itália.

Ao longo de nossa viagem pela Europa, cada vez mais fomos nos dando conta de que os campings por aqui são mais bem localizados do que qualquer hotel cinco estrelas. Nas Dolomitas não foi diferente!

De camping em camping, fomos conhecendo esta incrível cadeia de montanhas e seus magníficos lagos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here