Nossa viagem de carro pelo Marrocos estava completa depois que chegamos até o Deserto do Saara.

Chegamos debaixo de uma tempestade de areia de cinema e um calor de mais de 50 graus! Estávamos sentindo na pele a adversidade desta região, que é uma das mais inóspitas e isoladas do mundo.

Homem do povo Amazigh dormindo ao lado de seus camelos.

Para completar a experiência, decidimos passar a noite em um acampamento no meio das dunas do Saara e viver por um dia como o povo nômade do deserto, que são chamados também de Amazigh ou Berberes.

O sol estava queimando e o calor insuportável quando encontramos com Ali, dono do acampamento Ali and Sara`s Desert Palace. Ele nos cumprimentou e nos presenteou com dois lenços coloridos, que aprendemos a arrumar como turbantes para nos protegermos do sol e da areia do Saara.

Entramos em um 4×4, que nos levou quinze quilômetros para dentro das dunas de Erg Chebbi. De longe, avistamos as dez tendas do acampamento, que formavam um círculo ao redor de algumas palmeiras baixas. 

O interior das tendas do acampamento é fantástico. Construído com uma trama simétrica de varas, cordas e mantas grossas, as cabanas eram decoradas com sofás coloridos, almofadas e quadros de pinturas do povo do deserto.

Depois de muito conversarmos com o Ali, nos preparamos para desbravar o deserto de camelo. Caminhamos até o fim do acampamento, subimos em nossos camelos e começamos a marchar pelas dunas. Poucos minutos depois, uma forte tempestade nos pegou.

De camelo pelas dunas molhadas do Saara.

O vento estava tão intenso que os grãos de areia nos acertavam com uma velocidade impressionante. Raios cortavam o céu, até que a chuva veio. Tão surpresos quanto nós, estavam os camelos em que montávamos. Eles se assustaram e pararam de obedecer aos comandos dos nossos amigos guias, quando quase fomos derrubados. 

No meio daquela tempestade de chuva e areia, os animais conseguiram enfim se acalmar. Chovia tanto, que os homens Amazigh que estavam conosco começaram a dançar, levantar as mãos aos céus e brincar de cambalhotas uns com os outros.

Foi neste momento que nos demos conta de que esta foi a chuva mais feliz e privilegiada  que já tomamos em nossas vidas, em um região que chove somente dois ou três dias ao ano.

A noite terminou feliz depois de um delicioso jantar de vegetais, preparado especialmente para nós, e uma pequena apresentação de música que nossos amigos fizeram.

A apresentação musical dos nossos amigos do acampamento Ali and Sara`s Desert Palace.

Foi realmente uma experiência incrível e a chuva foi a cereja do bolo! Mas era hora de seguir todo o caminho de volta e cruzar novamente aquele deserto fervente, até a costa do Marrocos.

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here