A nossa porta de entrada na Escócia foi a capital do país, Edimburgo.

Assim que as portas do moderno trem que nos levou ao centro da cidade se abriram, logo um universo misterioso e grandioso surgiu perante aos nossos olhos.

A Old Town de Edimburgo.

Com as mochilas nas costas e debaixo de um fim de tarde nublado e chuvoso, demos os nossos primeiros passos em uma das cidades mais incríveis que já conhecemos. Da calçada, observávamos o imponente e sombrio Castelo de Edimburgo, as construções que remontam ao século XII e sentíamos o clima misterioso que cerca a cidade.

E por falar no clima misterioso de Edimburgo, inúmeros Dark Tours são comercializados pela cidade. Os corajosos que embarcam nestes tours são levados à cemitérios, locais de tortura e assassinatos, pontos de bruxaria e tudo mais que a imaginação levar.

O clima sombrio de Edimburgo.

Decidimos não embarcar nestes tours, mas sim fazer o nosso próprio, procurando os detalhes, os cenários e os lugares que remontam a Edimburgo do passado, tão misteriosa quanto antiga.

Saímos à caça dos detalhes que tornam a cidade Edimburgo tão misteriosa.

De fato, foi surpreendente como cada esquina de Edimburgo atraía os nossos olhares curiosos. Mesmo em ruas vazias, onde parecia não haver nada para se observar ou fotografar, encontrávamos um detalhe que nos fazia prender a respiração. Seja uma luz brilhando em meio à escuridão ou os galhos retorcidos das árvores, tudo nos remetia às histórias assombradas que contam sobre Edimburgo.

Os detalhes que atraíam os nossos olhares em Edimburgo.

Quando os nossos olhares se desviavam do clima sombrio da cidade, logo éramos convencidos de que estávamos em outro planeta ou nas terras de Harry Potter. Assim nos sentimos quando cruzamos o imponente portão do New College Edinburgh e demos de cara com um dos cenários urbanos mais impressionantes que já vimos em nossas vidas.

O cenário surreal do New College Edinburgh.

As construções gigantescas, aliadas às estátuas e perfeitamente enquadradas com a torre da Igreja, nos deram a impressão de que cruzamos um portal mágico, tamanha a surrealidade do cenário que estava diante de nós.

Neste mesmo entardecer, quando as luzes da cidade já estavam todas acesas, chegamos à porta do Castelo de Edimburgo, que já estava fechado. Andávamos de um lado para o outro, quando começamos a observar um estranho movimento.

Alguns carros paravam à entrada do Castelo e poucos homens, com uma certa idade, trajando as roupas típicas escocesas, desciam e caminhavam rumo ao imenso portão. Eles batiam no portão da mesma forma, como se todos soubessem o código secreto, e logo uma brecha se abria para eles. Poucos segundos depois, esta brecha se fechava e os homens simplesmente desapareciam.

Esta cena se repetiu umas cinco vezes e os nossos pensamentos, já contaminados com o clima sombrio de Edimburgo, estavam a mil, imaginando histórias mirabolantes do que estaria se passando no Castelo.

Fomos embora confabulando contos de bruxas, de vampiros e de sociedades secretas. A nossa curiosidade permanece até hoje, pois ninguém da cidade soube nos explicar o que estaria acontecendo lá dentro.

Dicas para quem vai visitar Edimburgo:

  • A melhor forma de ir do aeroporto para o centro de Edimburgo e vice-versa é por meio do TRAM. Estes modernos trens, apesar de um pouco mais caros do que os ônibus, são muito rápidos e estão disponíveis praticamente a todo momento.
  • O ideal é, no aeroporto, já comprar a passagem de volta, pois você ganhará um bom desconto adquirindo tanto a ida quanto a volta.
  • Existem inúmeros Free Walking Tours por Edimburgo. Em nossa opinião, esta é a melhor e mais barata forma de se conhecer a fundo a cidade. Ao final, basta dar a gorjeta que considerar justa ao guia.
  • Existem também os Free Walking Tours da noite, que levam os visitantes aos lugares mais sombrios da capital escocesa.
  • Não deixe de conhecer o interior do New College Edinburgh, um dos lugares mais impressionantes que já vimos.
  • Para ter uma vista panorâmica da cidade, uma boa dica é caminhar até o topo do Arthur`s Seat, uma colina que fica ao lado do centro antigo.
  • Se prepare para encontrar um tempo nublado ou chuvoso em Edimburgo. Na Escócia, em média, apenas 39 dias por ano são ensolarados.
  • Mesmo no verão, leve roupas de frio, pois as temperaturas em Edimburgo são sempre baixas.
  • No inverno, vá precavido de roupas adequadas e impermeáveis, pois chove constantemente e faz muito frio.
  • Procure se hospedar próximo à Old Town, pois você poderá fazer tudo a pé, sem a necessidade de taxis ou de transporte público.
  • Lembre-se que na Escócia a moeda corrente é a Libra Esterlina.
  • Separe algo como 2 a 3 dias para Edimburgo, pois há muitos lugares interessantes para visitar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here