Tivemos o prazer de dar uma entrevista para o jornal alemão Bergedorfer Zeitung, da cidade de Lauenburg, contando sobre nossa aventura de carro até a Alemanha.

Nós ficamos super felizes e orgulhosos em saber que nossa aventura está se propagando na Europa. Esta foi a segunda vez que saímos em um jornal na Alemanha.

Você pode ler a matéria aqui clicando neste link.

Para quem, assim como nós, não fala alemão, disponibilizamos a tradução da matéria abaixo:

Uma turnê mundial chega até Lauenburg

Lauenburg. Sabrina Chinelato e Henrique Fonseca, do Brasil, querem experimentar todos os continentes. Sua jornada também leva a Lauenburg.

Por Elke Richel

Eles se parecem com um casal bonito de uma série de televisão: Sabrina Chinelato, de 25 anos, é discretamente maquiada, seu namorado Henrique Fonseca, sete anos mais velho, usa uma barba curta bem cuidada, como está agora na moda. Quem vê os dois brasileiros, não tem a idéia de que eles viajam há um ano e meio e dormem na barraca dobrável do Land Rover noite após noite. Eles visitaram 21 países desde que começaram em 9 de outubro de 2016 em uma pequena cidade no leste do Brasil. Nós os conhecemos em Lauenburg.

Contatos via redes sociais

No Brasil, costuma-se chamar pelo primeiro nome, eles deixam isso claro no começo. Na verdade, os dois são agradavelmente descomplicados. Quando perguntados como eles vêm para Lauenburg, de todas as coisas, eles riem: “É uma cidade bonita”, diz Sabrina. Mas, claro, sua visita aqui tem outro motivo – e não é o que pode ser lido na página inicial dos dois: eles querem conhecer os lugares mais remotos dos cinco continentes em três anos e meio.

Na verdade, muitas vezes são as redes sociais que determinam seu caminho. Via Instagram, uma jovem brasileira que mora em Lüneburg, seguiu a jornada de seus dois compatriotas. “Venha para o norte da Alemanha”, ela convidou os viajantes do mundo. Como Sabrina e Henrique queriam ir para a Europa de qualquer maneira, isso não era particularmente estranho. E como a Lüneburgerin é a melhor amiga da nascida brasileira Debora Timm, de Lauenburg, era óbvio fazer um desvio aqui.

Curiosidade sobre países e pessoas

Onde quer que estejam, Sabrina e Henrique tentam entrar em contato com as pessoas. Na maioria das vezes, eles são questionados: como alguém tem a ideia de fazer uma longa jornada e como esse projeto é financiado? O casal conta de bom grado sua história. “Quando nos encontramos há seis anos, ficou claro que éramos almas gêmeas. Sonhamos com outra vida, queríamos chegar aos nossos limites e seguir um caminho diferente “, diz Henrique. Esse espírito desconfortável os levou inicialmente em uma jornada de 15.000 quilômetros pelo Brasil. Mas depois do retorno, houve a certeza de que muitas coisas no mundo ainda não viram. “Nós tivemos que tomar uma decisão. Ou nos concentramos em objetivos de carreira ou seguimos nossos corações “, diz Sabrina.

Uma nova vida

Mas a questão já havia sido decidida há muito tempo. A jovem jornalista foi clara: ela pode escrever em qualquer lugar. Henrique vendeu sua pequena loja têxtil e investiu em um bom equipamento de câmera. Em geral, eles fizeram dinheiro com tudo o que poderia ser vendido. Eles compraram um velho mas robusto Land Rover, que recebeu um equipamento de camping completamente novo, incluindo um sistema solar para geração de energia.

Enquanto isso, Henrique e Sabrina não têm mais problemas financeiros. No ano e meio eles estão a caminho, eles publicaram dois livros. Eles também desenvolveram um portal para viajantes do mundo. Eles cruzaram a América do Sul, América Central e América do Norte completamente. 

A Escócia e a Islândia foram os primeiros países da Europa que viram. Seus vistos para os estados de Schengen expirarão nos próximos dias. “Vamos ver onde acabamos”, diz Sabrina. Eles não estão pensando no final de sua jornada ainda. E a questão das experiências mais bonitas até agora, tanto surpreenderam. Aparentemente, tudo é parte disso: as Auroras Boreais no Alasca, bem como em Lauenburg, o lugar no jardim de café do Bellevue com vista para o rio Elba.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here