O Marrocos é verdadeiramente o país das cores e dos contrastes.

Seja por sua milenar cultura, pelos tradicionais costumes muçulmanos ou pelas fascinantes paisagens do Saara, o país foi um dos pontos altos do nosso segundo ano de Volta ao Mundo de Carro.

Nós viajamos o país de carro durante 45 dias e fomos embora apaixonados pelo seu povo e por sua natureza. Acampamos no Deserto do Saara, nos perdemos nas medinas, comemos muito Tagine e Cuscuz, fomos roubados em Fez e aprendemos muito sobre a religião Islâmica.

Viajar o Marrocos foi uma deliciosa mistura de surpresas, emoções e aprendizados. Por isso, decidimos escrever este post para ajudar você a planejar sua viagem para este autêntico país!

Roteiro pelo Marrocos

Após ficarmos quase dois meses no país, separamos no roteiro abaixo os principais destinos do Marrocos.

A quilometragem total deste é roteiro é cerca de 2 mil quilômetros e sugerimos que você separe entre 15 e 20 dias para percorrer todos os lugares que marcamos.

É possível fazer com menos tempo, caso você deseje cortar algumas cidades, mas não deixe de conhecer Rabat, Marrakech, Merzouga e Deserto do Saara! 

1. Tanger, a porta de entrada do Marrocos

Tanger é a porta de entrada para o país para quem chega de barco, vindo da Europa. É uma cidade muito moderna e visitada por turistas europeus. Vale uma visita rápida, mas apenas se estiver no caminho.

Para visitarmos o Marrocos de carro, precisamos cruzar de barco um pequeno trecho de mar que separa os continentes europeu e africano, o Estreito de Gibraltar. Estávamos na Espanha e como os nossos vistos de turista na Europa, que nos permite...

2. A capital Rabat

A capital do país definitivamente vale uma visita! A parte mais nova da cidade nos surpreendeu pela modernidade. Já a Medina de Rabat foi a medina que mais gostamos em todo o país, por ser menos turística e mais autêntica!

Rabat foi, de fato, a primeira cidade que visitamos no Marrocos. Nossa chegada no país foi turbulenta, devido ao significante atraso na travessia de barco que fizemos do sul da Espanha até o Porto de Tanger Med, no norte...

3. Casablanca

Casablanca é a maior cidade do Marrocos e a achamos super confusa e caótica. A principal atração é a Mesquita Hassan II, que possui uma linda arquitetura e é considerado o templo mais alto do mundo!

4. Essaouira

Também chamada de Mogador, a cidade se localiza no litoral do Marrocos, a cerca de 180 km de Marrakech. Com clima de balneário, na beira do mar existem vários quiosques e restaurantes que fazem bastante sucesso entre os turistas europeus.

Acampando em Essaouira

0
Uma das cidades que mais nos encantou no Marrocos foi a simpática Essaouira. Também chamada de Mogador, a cidade se localiza no litoral do Marrocos, a cerca de 180 km de Marrakech. Com clima de balneário, na beira do mar...

5. Marrakech

A cidade, que se desenvolveu rapidamente nos últimos anos por conta do turismo, tem um clima diferente das demais localidades do país. As avenidas são mais modernas, a medina é menos autêntica, algumas mulheres não usam burca e a praça central é lotada de atrações para os turistas. Mas nada que tira o interesse da cidade. Fomos para passar apenas um dia e ficamos uma semana.

A porta de entrada do Deserto do Saara e a cidade mais famosa do Marrocos é a peculiar Marrakech. Sem dúvida alguma, escolhemos visitar o Marrocos na época mais adversa do ano. Chegamos no país em pleno mês de agosto,...

6. Ouarzazate

No caminho para o Deserto do Saara está a famosa Hollywood do Marrocos! A região de Ouarzazate é usada como cenário por diretores de cinema de todo o mundo. Além disso, possui as incríveis ruínas da aldeia fortificada de Aït-Ben-Haddou.

O Marrocos é de fato um país surpreendente. Seja por sua milenar cultura, pelos tradicionais costumes muçulmanos ou pelas fascinantes paisagens do Saara, o país foi um dos pontos altos do nosso segundo ano de Volta ao Mundo de...

7. Deserto do Saara e Merzouga

A exótica vila de Merzouga é o ponto de partida para as expedições para o Deserto do Saara. A cidade fica bem aos pés das dunas e possui pousadas muito tradicionais. Na região de Merzouga estão localizados também os acampamentos Berberes, para quem deseja passar uma noite no Saara.

No caminho, também vale as paradas no Gorges du Dadès e Gorges Toudgha. Na região de Merzouga, você também pode visitar o Souk de Erfoud.

Deserto do Saara de Carro

2
Chegar de carro até o Deserto do Saara foi uma das mais notáveis aventuras que vivemos nos últimos dois anos de Volta ao Mundo de Carro. Visitar esta inóspita região no auge do verão, então, foi um grande desafio! Nossa expedição...

É seguro viajar pelo Marrocos?

Nós achamos o país, no geral, seguro. É claro que recomendamos você tomar todas as precauções para evitar problemas, como sempre andar com seus pertences, parar o carro em estacionamentos, ter cuidado redobrado durante a noite, não sair muito das regiões turísticas, etc.

Entrada da Torre Hassan.

 

Há muitas paradas policias nas rodovias e sempre fomos muito bem tratados pelos oficiais. Fique sempre atento ao limite de velocidade das vias, pois é comum ter policias aplicando multas nas estradas do Marrocos.

O único problema que tivemos durante toda a viagem no país, foi na cidade de Fez. Estávamos nos nossos últimos dias no Marrocos e estávamos amando tudo! Mas desde que chegamos na cidade de Fez, tudo o que vimos pelo Marrocos foi por água abaixo.

Diferentemente de todos os outros lugares que visitamos, Fez era cheia de pessoas querendo tirar vantagem dos turistas o tempo todo. Motos nos seguiam tentando indicar hotéis e estacionamentos, pessoas pedindo dinheiro para nos levar nas atrações…

Infelizmente, talvez por a cidade ser extremamente turística, as pessoas se tornaram mais invasivas. Foi muito decepcionante visitar Fez depois de termos tantas boas experiências por todo o país!

Na primeira noite, fomos passear pela Medina e um homem que começou a nos seguir nos oferencendo serviço de guia acabou nos encurralando e roubando alguns Dirhams.

O roubo e as perseguições das pessoas nas ruas nos deixou com uma impressão muito negativa da cidade. Por isso não recomendamos a visita em Fez, achamos que as outras cidades do país são muito mais autênticas e especiais!

De qualquer forma, se for seu desejo visitá-la, tenha cuidado redobrado, principalmente na medina!

Dicas para visitar o Marrocos

1. Por ser um país muçulmano, as mulheres precisam estar mais atentas nos espaços públicos. Apesar do Marrocos ser um país árabe moderno, é recomendável usar roupas respeitosas, que vão de acordo com os valores do moradores locais.

2. O clima no país durante o verão é muito quente. Nós fomos em agosto e enfrentamos temperaturas de mais de 50 graus na estrada para o Deserto do Saara. É possível viajar nesta época mas, se possível, dê preferência para o outono ou a primavera.

3. O país tem ótimos campings e é um bom destino para quem gosta de acampar!

4. As cidades tem boas estruturas de hotéis e muitos restaurantes locais. A culinária marroquina é deliciosa!

5. Se você pretende ir de carro da Europa, dê uma olhada em nosso post com dicas da travessia do Estreito de Gibraltar, de Algeciras até Tanger Med.

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here