Você já pensou na ideia de fazer uma roadtrip pela Islândia? Se você está em busca de paisagens naturais surreais e da Aurora Boreal, a Islândia é definitivamente um país que irá encantar você.

Contemplando as luzes nortenhas

Acompanhe nas próximas linhas a nossa sugestão de roteiro de sete dias e dois mil quilômetros para quem planeja explorar a Islândia por terra, especialmente viajando de carro.

  • 1° dia: Reykjavik, a capital islandesa

Você pode aproveitar o seu primeiro dia no país para conhecer a capital islandesa, a cidade de Reykjavik. Suas ruas charmosas, repletas de lojas e restaurantes, e sua estrutura turística invejável tornam a cidade um ponto de parada muito interessante. Além disso, a Igreja de Hallgrímur, no centro de Reykjavik, é um lugar imperdível, especialmente por conta de sua arquitetura externa única, que é inspirada em formações geológicas peculiares da Islândia.

Onde nos hospedamos: Iceland Comfort Apartments, em Reykjavik

  • 2° dia: Golden Circle

Uma boa opção para o segundo dia de sua viagem na Islândia é explorar a região mais turística do país, a Golden Circle.

A fantástica Cachoeira Gullfoss, na Golden Circle.

Na Golden Circle, você pode visitar o Parque Nacional Pingvellir, Gêiseres, diversos lagos e pequenas cachoeiras, além de poder conhecer a maior queda d’água em volume da Islândia, a Gullfoss. Além disso, se der tempo você pode fazer uma parada na Skálholt Cathedral e na Kerið Crater e pernoitar em Reykjavik, onde as diárias costumam ser mais baratas.

Onde nos hospedamos: Iceland Comfort Apartments, em Reykjavik

  • 3° dia: Início da roadtrip pela costa sul do país

Partindo de Reykjavik, você pode começar a sua roadtrip pela costa sul da Islândia, lugar onde se encontram alguns dos destinos mais incríveis do país.

Fim de tarde na praia de Kirkjufjara, no litoral sul da Islândia.

Neste dia, conheça os principais destinos no caminho até a cidade de Vík í Mýrdal, que são eles: as Cachoeiras Seljalandsfoss e Skógafoss, a formação geológica conhecida como Dyrholaey e as praias de Kirkjufjara e Reynisfjara. Caso não dê tempo de conhecer todos estes lugares no terceiro dia, deixe um ou outro para o próximo dia e aproveite a fundo as paisagens que encontrar.

Uma boa opção para hospedagem é a cidade de Vík í Mýrdal, porém os preços de hospedagem por lá são caríssimos. Caso prefira uma pousada mais barata, existem algumas opções mais afastadas desta cidade.

Onde nos hospedamos: Welcome Guesthouse Edinborg, cerca de 40 quilômetros de Vík í Mýrdal

  • 4° dia: Jökulsarlón e Diamond Beach

Seguindo pela costa sul da Islândia, aproveite para explorar as belezas indescritíveis dos Parques Skaftafell e Vatnajökull. Alguns dos destinos imperdíveis deste dia são: a Cachoeira Svartifoss, a Lagoa Jökulsarlón e a Diamond Beach ou Praia dos Diamantes.

Um cenário incrível na Diamond Beach

Este trajeto tomará um dia inteiro de sua viagem, tendo em vista que, para conhecer a Svartifoss, você precisará caminhar algo como 3,8 quilômetros por uma trilha leve, ida e volta.

Além disso, tanto a Lagoa Jökulsarlón quanto a Diamond Beach são destinos impressionantes, que merecem uma visita de várias e várias horas.

Existem pousadas nas imediações destes lugares, porém elas costumam ser bem caras. Se você procura uma opção mais em conta, a melhor alternativa é se hospedar na cidade de Höfn, uns 80 quilômetros à frente.

Onde nos hospedamos: House on the Hill, em Höfn

  • 5° dia: Refazendo o caminho

Saindo da simpática Höfn, você pode aproveitar para conhecer uma das montanhas mais incríveis de toda a Islândia, a Vestrahorn, que se localiza a uns 17 quilômetros da cidade.

Contemplando o amanhecer de frente para a montanha Vestrahorn

De lá, você pode começar o retorno de todo o caminho, cruzando novamente pelos destinos visitados no terceiro e quarto dias.

Você pode escolher quais destes destinos você mais gostou e aproveitá-los por mais um dia. Uma boa opção é se hospedar no mesmo lugar em que você pernoitou no terceiro dia, ou seguir um pouco mais adiante, parando na cidade de Hella, por exemplo.

Onde nos hospedamos: Welcome Riverside Guesthouse, em Hella

  • 6° dia: Península de Snæfellsnes

Você pode aproveitar este dia para conhecer uma das regiões mais bonitas da Islândia, a Península de Snæfellsnes, no extremo oeste do país.

Paisagens incríveis da Península de Snæfellsnes.

Alguns dos lugares imperdíveis em Snæfellsnes são: a Black Church ou Igreja Negra de Búðir, Arnarstapi, a montanha Kirkjufell, a Cachoeira Kirkjufellsfoss e a interessante cidade de Stykkishólmur.

Opte passar esta noite na própria Península de Snæfellsnes, onde existem pequenos vilarejos com uma estrutura razoável.

Onde nos hospedamos: North Star Apartments Rif, na cidade de Rif

  • 7° dia: Embarque no Aeroporto Internacional de Keflavik

No seu último dia de viagem, aproveite bastante os momentos finais de sua viagem neste país incrível.

É certo que a Islândia deixará saudades…

Caso seja necessário pernoitar esta noite, enquanto você aguarda o seu voo rumo ao próximo destino, uma boa opção é encontrar uma pousada na cidade de Keflavik, lugar onde se encontra o Aeroporto Internacional de Keflavik. Assim, em poucos minutos você já estará pronto para o embarque.

Onde nos hospedamos: BGB Guesthouse, na cidade de Keflavik

Agora é só fazer as malas e boa viagem!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here